Rádio Voz do Maranhão

quarta-feira, 18 de março de 2009

O ESTADÃO REVELA QUE AÇÃO POLICIAL PARA 'PROTEGER' SARNEY CUSTOU R$ 30 MIL


Ação policial custou R$ 30 mil

Não uma, mas por três vezes o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), mobilizou agentes da Polícia Legislativa da Casa para proteger seus bens no Maranhão. O expediente fora do Senado somou 10 dias, exigiu o deslocamento de sete agentes da Polícia e custou cerca de R$ 30 mil em diárias e passagens. Na semana passada, Sarney admitiu apenas a existência de uma missão. Mas novas informações obtidas ontem pelo Estado mostram que os policiais estiveram em São Luís duas vezes em fevereiro, de 9 a 12 e de 18 a 20, e uma vez neste mês, entre os dias 2 e 4. A assessoria de Sarney disse que "cada senador, desde que se sinta ameaçado, tem o direito de requerer segurança". O diretor da Polícia do Senado, Pedro Ricardo Araujo, disse que as "missões" foram programadas em função do julgamento do governador do Maranhão, Jackson Lago, pelo Tribunal Superior Eleitoral. O temor de Sarney é que aliados de Lago, que perdeu o mandato para Roseana Sarney (PMDB-MA), depredassem propriedades da família.

5 comentários:

  1. Gilberto, se por um acaso vc tivesse dezenas de ladrões (Jackson Lago, Roberto Rocha, Aziz, Aderson Lago, Wagner Lago e ........) querendo quebrar seus bens e de seus familiares a qualquer custo, vc não faria o mesmo.

    Crie vergonha, procure trabalhar honestamente com dignidade e não fique puxando o saco de políticos para ganhar cargos.

    E porque que te botaram para fora da radio, respeite sua família e tome vergonha.

    ha ha há.....

    ResponderExcluir
  2. Não costumo responder a quem não tem coragem de se identificar. No entanto, o que tenha a dizer é que não comunga de práticas ilícitas. Cada um responda pelos seus erros. Não avalizo, portanto, deslizes de quem quer que seja. Não defendo um governo. Defendo uma causa: a do povo do Maranhão. Para completar: não tenho cargos no governo. Governos passam. Eu continuo jornalista.

    ResponderExcluir
  3. ão costumo responder a quem não tem coragem de se identificar. No entanto, o que tenha a dizer é que não comunga de práticas ilícitas. Cada um responda pelos seus erros. Não avalizo, portanto, deslizes de quem quer que seja. Não defendo um governo. Defendo uma causa: a do povo do Maranhão. Para completar: não tenho cargos no governo. Governos passam. Eu continuo jornalista.

    ResponderExcluir
  4. Só complementando: você acha lícito usar dinheiro público para defender patrimônio particular? Por que o senador não tira dinheiro do próprio bolso para pagar seguranças particulares?

    ResponderExcluir
  5. JORGE DA BELIRA disse:

    Prezado Gilberto Lima, não perca seu precioso tempo com qualquer IMBECIl que apareça. Imbecil e sobretudo COVARDE, que se vale do escudo protetor do ANONIMATO para caluniar e ofender pessoas de bem.

    Todo o Maranhão sabe que a única QUADRILHA DE LADRÕES que existe no Maranhão (SARNEY, ROSEANA, os irmãos JORGE e RICARDO MURAD e outros asseclas), que SAQUEARAM e PILHARAM durante anos o Estado do Maranhão, continuam tentando ROUBAR o Poder do qual foram defenestrados pelo povo maranhense.

    Quanto às "raparigas" de Sarney, que de vez em quanto sobrevoam o seu blogue como urubus à procura de carniça, não ligue para "elas", pois são sempre maledicentes, "despeitadas" e "invejosas"... Até porque, meu caro Gilberto, todos nós sabemos que "OS CÃES LADRAM, MAS A CARAVANA PASSA"!

    Um abraço. (JORGE DA BELIRA).

    ResponderExcluir