Rádio Voz do Maranhão

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Comandante da PM do Maranhão confirma que o capitão Fábio Silva é amigo do agiota Júnior Bolinha


Cap. Fábio Silva está preso no
Comando Geral da PM
O comandante geral da PM do Maranhão, Cel. Franklin Pacheco confirma que o capitão Fábio Aurélio Saraiva Silva mantinha relações de amizade com o empresário e agiota Júnior Bolinha, um dos chefes da organização criminosa que tramou o assassinato do jornalista Décio Sá. O ex-subcomandante do Batalhão de Choque, que está preso no Comando Geral da PM, é acusado de ter fornecido a pistola .40 ao pistoleiro de aluguel Jhonatan Silva, o matador de Décio Sá. A arma do crime teria sido entregue pelo capitão Fábio, o “Capita”, ao Júnior Bolinha que a teria repassado ao pistoleiro.

De acordo com informações do comandante, o capitão Fábio confessou, em depoimento no comando-geral, que mantém relações de amizade com o agiota Fábio Bolinha. “Ele não nega que é amigo de Júnior Bolinha desde a infância e que mantém contatos diários com o mesmo. No entanto, continua negando que tenha fornecido a arma usada na execução do jornalista Décio Sá”, diz o cel. Franklin.

Por conta do provável envolvimento do cap. Fábio com essa organização criminosa, o comando geral da PM decidiu destituí-lo do posto de subcomandante do Batalhão de Choque. “Estamos apurando tudo e, se for confirmada a participação dele com esse grupo, a carreira dele está acabada. A Polícia Militar do Maranhão não pode ser prejudicada. Independente da graduação e patente, não vamos tolerar nenhum desvio de conduta de quem quer que seja”, afirma o comandante da PM.

Essas informações foram passadas pelo comandante da PM, na manhã desta sexta-feira(15), em entrevista ao programa “Tribuna a Capital”, apresentado pelo radialista Renato Sousa, na Rádio Capital AM.


Texto publicado também no http://www.meionorte.com/saoluis

Nenhum comentário:

Postar um comentário