Rádio Voz do Maranhão

terça-feira, 3 de julho de 2012

Polícia realiza primeira parte da reconstituição do assassinato de Décio Sá


A primeira parte da reconstituição do assassinato o jornalista Décio Sá foi realizada na tarde desta terça-feira (3), nas proximidades do Sistema Mirante de Comunicação, na Avenida Ana Jansen, no São Francisco. O trecho da avenida, da rotatória do São Francisco até a praia da Ponta D´Areia foi interditado ao tráfego de veículos. Um grande aparato de viaturas e homens das forças especiais da polícia foi mobilizado para garantir a segurança.

Jhonathan Silva, assassino do jornalista, participou de toda a reconstituição dando detalhes de como agiu, desde o momento em que o jornalista chegava à redação do jornal O Estado do Maranhão, por volta das 16h30 do dia 23 de abril.

Além de provocar grande engarrafamento nas avenidas de acesso à rotatória do São Francisco, a reconstituição atraiu a atenção de centenas de curiosos.


De acordo com Cristina Menezes, delegada geral da Polícia Civil do Maranhão, disse que essa reconstituição é importante para dar segurança ao trabalho de investigação e ao inquérito que será encaminhado à justiça. "Essa prova pericial faz com que a prova material dos autos se coadune com os testemunhos e declarações dos interrogatórios. Faz com que sejam mais concretas as provas já colhidas", disse Cristina Menezes. Delegados que trabalham nas investigações também acompanharam a reconstituição.

A segunda parte dessa reconstituição será realizada na noite desta terça-feira (3), na Avenida Litorânea, no trecho percorrido pelo jornalista até a chegada ao Bar Estrela do Mar, onde foi executado pelo homicida Jhonatan Silva. A partir das 21h parte da Avenida Litorânea será interditada.

O jornalista Décio Sá foi assassinado no Bar Estrela do Mar, na Avenida Litorânea, na noite do dia 23 de abril.

O secretário de segurança, Aluísio Mendes, disse, na manhã de hoje, que essa reconstituição é fundamental para entender em detalhes a dinâmica do crime.

Além de Jhonatan Silva, assassino confesso do jornalista, estão presos Gláucio Alencar Pontes Carvalho (34), seu pai, José de Alencar Miranda Carvalho (72), José Raimundo Sales Charles Jr. (38), Fábio Aurélio do Lago e Silva (32), Airton Martins Monroe (24).


Nenhum comentário:

Postar um comentário