Rádio Voz do Maranhão

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Caso da suposta milícia: Comando Geral da PM convoca os comandantes de unidades para que se apresentem imediatamente


Acabo e receber informações da convocação de todos os comandantes de unidades, citados no vídeo da suposta “milícia 36”, para que se apresentem ao quartel do Comando Geral da Polícia Militar. Um deles, o Cel. Durans, estaria recolhido ao quartel e não pode sair até segunda ordem.

Líderes policiais recebem a medida como uma retaliação por não apoiarem a candidatura de João Castelo. Acreditam também que essa perseguição poderá fortalecer, ainda mais, a candidatura de Edivaldo Holanda.

O comando da PM chega a afirmar que será aberto inquérito policial contra os militares que são citados no vídeo.

Estão na lista os militares J. Henrique, M. Ribeiro, Coelho Jerson, R. Pestana, Sgtº Márcio Leal, Cabo Nogueira, Cel. Durans, R. Barros e Jean Marry, que falou em nome do comitê militar.

Em nota à imprensa, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) informa que, por determinação do secretário Aluisio Mendes, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão já abriram procedimentos administrativos para analisar as imagens contidas no vídeo divulgado, neste domingo (21), em vários veículos da imprensa.

As corregedorias adjuntas das duas instituições militares já instauraram Inquérito Policial Militar (IMP) para que sejam averiguados os fatos e tomadas devidas providências.

ASSP informa, ainda, que os militares envolvidos no fato deverão prestar esclarecimentos.





Nenhum comentário:

Postar um comentário