Rádio Voz do Maranhão

terça-feira, 23 de outubro de 2012

DEBATE DA MIRANTE AM: a sobriedade e a simplicidade venceram a arrogância e a prepotência



Gilberto Lima

O “velho coronel”, senhor da arrogância e prepotência, foi vencido em todos os rounds por um jovem político sóbrio, simples e objetivo. Edivaldo Holanda Júnior não precisou de muito esforço para levar João Castelo a nocaute no debate da Mirante AM, na manhã desta terça-feira. Foi um verdadeiro passeio do petecista. 10 a 5 para Holanda Júnior. A postura e o equilíbrio emocional foram armas usadas por Holanda Júnior para sair vitorioso, com melhor desempenho. Foi a opinião unânime de formadores de opinião que acompanharam o confronto. Um deles, o jornalista Marco D'Eça, depois do debate, postou um texto onde afirma que Edivaldo Holanda Júnior já pode se considerar o novo prefeito de São Luís.

Calejado na luta política, Castelo pareceu um coronel decadente, que já não manda mais, que já não governa mais, que perdeu o controle da tropa. Qual seu erro nesse debate? Acredito que foi a insistência em querer saber sobre a formação da tal “milícia 36”, denominação dada ao vídeo que mostra trechos de uma reunião de Edivaldo Júnior com policiais e bombeiros militares que decidiram apoiar o petecista. O “golpe da milícia” não funcionou e deixou Castelo enfurecido. Durante todo o primeiro e boa parte do segundo blocos, Castelo tentou passar para a opinião pública que a cidade estava assustada com a tal milícia. Que o terror havia sido implantado pela coligação de Holanda Júnior. O tiro saiu pela culatra!

Holanda Júnior rebateu as insinuações de formação de milícia afirmando que participou da reunião com militares, bombeiros e famílias, com o objetivo de falar de política e de seus planos para São Luís. Depois de falar a todos e agradecer pelo apoio, deixara o local, em função de outro compromisso. Segundo ele, ali não existiam bandidos. Edivaldo passou pela turbulência da tal ‘milícia’ muito bem.

Neste momento, arrisco-me a afirmar que a candidatura de Castelo levou um tiro de misericórdia com a invenção da tal “Milícia 36”. Por conta da divulgação desse vídeo, diversos militares estão presos preventivamente no quartel do Comando Geral da PM, com ameaças de abertura de Inquérito Policial Militar, com possível exclusão dos quadros da Pm, segundo nota divulgada pela Secretaria de Segurança. Essa medida repercutiu negativamente, pois parte da população está assimilando como uma tentativa de enodoar a imagem de Edivaldo Holanda e tirar a candidatura de Castelo da UTI. O feitiço virou contra o feiticeiro e Castelo sentiu no debate de hoje que o “golpe da milícia” não funcionou. O que inventará agora?

Teria sido melhor, para o tucano, ter optado por discutir os problemas da cidade e como solucioná-los, como sugerira Edivaldo Holanda, no momento em que estava emparedado para que falasse sobre a tal “milícia”. “Prefeito, estou aqui para discutir os problemas da cidade e procurar apontar soluções. O senhor prefere continuar dirigindo insultos a mim e à minha família. Tenho procurado fazer uma campanha de alto nível, sem agrressões!”, dizia Holanda Júnior. Mas Castelo preferia insistir com a tal “milícia”. Perdeu tempo e preciosos votos. Holanda conseguiu manter a tranqüilidade e sobriedade e, depois dessa turbulência, seguiu em céu de brigadeiro. Sem dúvidas, venceu o debate e acumulou mais votos.

Caso Castelo continue insistindo com o factóide da ‘milícia’, com certeza, será novamente nocauteado por Holanda Júnior no debate do próximo sábado à noite, na TV Mirante. A Edivaldo Júnior, que caiu na graça da maioria do eleitorado, basta continuar seguindo sua viagem rumo à vitória com altivez, determinação, simplicidade e usando, acima de tudo, a verdade. A mentira, a arrogância e prepotência jamais conseguirão se sobrepujar à VERDADE!



Nenhum comentário:

Postar um comentário