São João 2019

São João 2019

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Polícia Civil realiza operação contra exploração clandestina de internet, prende envolvidos e apreende equipamentos; apresentação será nesta sexta-feira

Imagem ilustrativa de operação de combate a internet clandestina

A Polícia Civil do Maranhão deflagrou a "Operação Dourado" com o objetivo de prender envolvidos em crimes de furto e receptação de aparelhos de internet em diversos municípios.

Foram cumpridos 27 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão em desfavor do acusado Linderson Dourado Alves, o cabeça do esquema de exploração clandestina de internet. 

Outros envolvidos nas ações criminosas também foram presos. A Operação é resultado de cerca de 1 ano e 4 meses de investigações.

Os presos serão apresentados nesta sexta-feira (14), às 10h, na Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic). Nessa operação foram cumpridos mandados de busca e apreensão em 25 municípios, além da região metropolitana de São Luís.

Os alvos eram sites instalados em subestações clandestinas, montados com equipamentos furtados e ou receptação das operadoras Oi, Claro e outras.

Foram apreendidos equipamentos do tipo placas DSLAM Huawei (avaliadas em R$ 10.000,00), armários (suítes), modem, cabos de fibra ótica, GBICS ou conversor de interface (transceptor óptico interno usado em switches nas conexões de cabeamento estruturado), roteadores Voip, placa Voip, antenas, bateria de gel estacionaria, etc.

As ordens judiciais foram cumpridas em vários municípios, dentre eles, São Luis, São José de Ribamar, e em outros das Regiões do Médio Mearim e Baixada Maranhense.

Além do acusado preso e das buscas e apreensões foram encaminhados 12 conduzidos coercitivamente, e demais prisões em flagrante em andamento.

A operação envolveu 27 delegados, 70 investigadores, escrivães, peritos criminais e técnicos em telefonia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...