São João 2019

São João 2019

sábado, 5 de janeiro de 2019

Dois PMs envolvidos nos assassinatos de jovens são ouvidos na SHPP; Jefferson Portela fala em "milícia"

Dois policiais militares que teriam participado do assassinato de três jovens no povoado Mato Grosso, na zona rural de São Luís, estão sendo ouvidos na tarde deste sábado (5) na Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoas (SHPP).

Em encontro com as comunidades do Mato Grosso e Coquilho, onde residiam os três jovens mortos, o secretário de Segurança, Jefferson Portela disse que os assassinatos foram “execução covarde” e prometeu acompanhar o caso pessoalmente até prender os culpados, “sejam eles quem forem”.
Ele acrescentou que, após reconhecimento por moradores, foi identificado um PM envolvido na execução dos três jovens, que foram sepultados hoje.

"Houve reconhecimento por parte de moradores, que afirmam que o policial andava com eles (os assassinos) em uma moto. Uma coisa é polícia, a outra é milícia. Policial não tem permissão do comando para prestar serviços. Não Vamos aceitar. Se tiver mais de um, serão identificados e presos", disse o secretário.

Portela disse que não há chance de policial estar envolvido e não ser preso."Eu não vou inaugurar, em minha gestão, esconderijo para ninguém", disse Portela.

O secretário revelou que cápsulas recolhidas no local das execuções não estão com números de série muito visíveis porque foram raspados e estão sendo analisadas pelo ICRIM. "Com esse número de série, teremos condições de descobrir o lote e quem estava com essa munição", acrescentou o secretário. As armas usadas para executar os três jovens seriam de pistola .40, de uso exclusivo das forças policiais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...