São João 2019

São João 2019

quarta-feira, 13 de março de 2019

Polícia apresenta nesta quinta-feira conclusão do assassinato de três jovens na zona rural de São Luís

O soldado PM Hamilton Caires Linhares e o vigilante Evilásio Lemos Ribeiro Júnior são apontados
como executores dos três jovens

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, por meio da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), apresentará, em entrevista coletiva à imprensa, nesta quinta-feira (14), às 10h, a conclusão do caso de triplo homicídio do povoado Coquilho/Mato Grosso, na zona rural de São Luís.

Na ocasião, será tratado do indiciamento do soldado PM Hamilton Caires Linhares e do vigilante Evilásio Lemos Ribeiro Júnior, das versões dos indiciados, bem como do cumprimento e o tipo de prisões, além dos resultados dos exames periciais, entre outros.

A entrevista será realizada na sede da SHPP, na Avenida Beira Mar, no Centro de São Luís.

Sobre as execuções e participação dos dois indiciados

Os jovens Gildean Castro Silva, de 14 anos, Gustavo Feitosa Monroe, de 18 anos, e Joanderson da Silva Muniz, de 17 anos, foram executados a tiros no povoado Coquilho-Mato Grosso, na zona rural de São Luís, no dia 03 de janeiro deste ano, em uma área de matagal nas proximidades de um residencial do Minha Casa, Minha Vida, de responsabilidade da K2 Engenharia.

Segundo a Polícia Civil, o PM Hamilton Caires Linhares, o primeiro a ser preso, confessou que perseguiu os meninos e deu um tiro para cima para assustá-los, mas negou a autoria do crime. Ele disse ainda que perdeu a própria arma e que usou uma arma emprestada pelo PM João Inaldo.

O vigilante Evilásio Júnior foi preso na manhã do último dia 8, em cumprimento a mandado de prisão temporária. Ele é vigilante da empresa Ostensiva, contratada pela construtora responsável pela obra da Caixaa, no povoado Mato Grosso.

Pelas informações da polícia, Evilásio auxiliou o soldado PM Hamilton Caires Linhares na perseguição e contenção das vítimas.

Em razão da dinâmica do delito, as investigações e laudos periciais cravaram que pelo menos duas pessoas estiveram na cena do crime.

No momento da perseguição, Evilásio teria perdido um óculos esporte da esposa na trilha onde ocorreu o crime. O acessório foi arrecadado pela SHPP e Evilásio admitiu que o tinha perdido na trilha e no dia do crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...