terça-feira, 20 de agosto de 2019

Assaltante confessa que matou mulher esganada durante invasão de residência em Bom Jardim

Daniel Santos Sousa foi preso em flagrante pelo crime de feminicídio.
Policiais militares da cidade de Bom Jardim, a 278 km de São Luís, prenderam, nesta terça-feira (20), Daniel Santos Sousa, conhecido como “Filho do Pastor”, de 22 anos, que matou a jovem Thays Andrade, de 26 anos. Ela foi encontrada morta com sinais de estrangulamento dentro de seu próprio quarto por familiares na segunda-feira (19).

Quando foi preso, no povoado Vila Abreu, a cerca de 5 km do centro da cidade, o suspeito negou o crime, mas após uma conversa apurada com os investigadores, ele acabou assumindo a autoria da ação criminosa.

De acordo com o delegado Armando Pacheco, responsável pela superintendência de Polícia Civil do interior do Maranhão, Daniel Santos é conhecido pela polícia de Bom Jardim como autor de furtos e arrombamentos de residências. Ele foi preso há 10 dias e foi posto em liberdade na semana passada.

Ainda de acordo com o delegado, Daniel relatou em depoimento que ele entrou no imóvel pela janela do andar superior da casa de Thays. Quando a vítima percebeu a presença do suspeito, ela começou a gritar e foi surpreendida com um golpe no pescoço que a levou à óbito por esganamento.

A polícia ainda não sabe por qual motivo Daniel teria matado Thays, mas está investigando o caso. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de feminicídio e foi encaminhado para Unidade Prisional de Santa Inês, onde ficará à disposição da Justiça.

Com informações do Imirante

Nenhum comentário:

Postar um comentário