sexta-feira, 6 de março de 2020

Soldado preso após praticar assaltos no Cohatrac será expulso da PM; antes de ingressar na corporação, ele foi preso por consumo de droga e roubo de celular


A Polícia Militar do Maranhão informou nesta sexta-feira (6) que o PM Thiago Aquino Ferreira Santos passará pelo processo demissório, o que consiste em expulsão da corporação.

O policial foi preso na tarde dessa quinta (5) por suspeita de praticar assaltos em um veículo, junto com dois homens, na região no Jardim Araçagy, na região do Cohatrac, em São Luís.

Após a prisão, ele foi autuado em flagrante e encaminhado à Unidade Prisional no Quartel do Comando Geral.

Com o soldado, os PMs encontraram um revólver calibre 38, com munições deflagradas, pois ele chegou a fazer disparos durante a tentativa de fuga, chegando a pular alguns muros.

Thiago Aquino é lotado no 9º Batalhão da Polícia Militar (9º BPM) e era considerado desertor porque havia deixado de comparecer ao quartel por oito dias seguidos. 

Segundo amigos do PM, ele estaria passando por problemas psicológicos, com quadro de depressão e uso de drogas. Os problemas teriam se agravado após a morte da mãe, há dois anos.

Em nota, o comando da PM disse que está tomando as medidas cabíveis e acompanhando o caso. A corporação afirmou que não compactua com atos de violência ou ilícitos, praticados por qualquer servidor e que tem agido com rigor nos casos que tomou conhecimento.  

Thiago Aquino foi aprovado no concurso da PM em 2012, mas o ingresso se deu no ano de 2016.

Preso em 2014 por consumir drogas e roubo de celular no Parque no Bom Menino


Antes de ingressar na PM, Thiago Aquino foi preso por policiais do Batalhão de Choque, no dia 14 de março de 2014, por consumir drogas e suspeito de roubo de celular, no Parque do Bom Menino, no Apicum, na região central de São Luís.

Com ele, foram presos outros três.  Eles estavam em atitude suspeita e foi constatado pela administração do Parque do Bom Menino que estavam consumindo drogas.

Na abordagem, foi constatado que realmente consumiam drogas no local, sendo dada a voz de prisão. Os PMs apreenderam uma quantidade de maconha enrolada em um livro, um triturador de maconha, um papelote de tof-tof, R$ 354,75, três celulares, um cordão amarelo, um brinco, uma porta-cédulas.

Após a prisão, eles foram conduzidos ao 1º Distrito Policial, no centro, para as medidas cabíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário