terça-feira, 14 de dezembro de 2021

Suspeito de crimes é atacado a tiros no João Paulo, em São Luís

O homem identificado como Sidney Ferreira Paixão, conhecido como “Pouca Sombra”, foi alvejado com cinco tiros, na manhã desta terça-feira (14), na rua localizada na lateral do Mix Mateus, no bairro João Paulo, em São Luís.

Pelas informações, no momento do ataque, Sidney se encontrava na porta de casa. Atingido na cabeça e no tórax, ele foi encaminhado ao hospital em estado grave.

O ataque, que tem características de acerto de contas, foi praticado por dois homens que estavam em uma motocicleta.

Segundo informação, não confirmada pela PM, “Pouca Sombra” teria envolvimento na morte do subtenente Israel Silva Nonato Filho, da Polícia Militar do Maranhão. O militar foi assassinado a tiros, no dia 16 de outubro deste ano, no bairro do Coroado, em São Luís.

Envolvimento em crimes

Sidney Ferreira Paixão é bastante conhecido da polícia por envolvimento, principalmente, em tráfico de dorgas.

Em agosto de 2017, ele foi preso, juntamento como o irmão Sedicle Ferreira Paixão, conhecido como “Gugu”, por tráfico de drogas.

À época, o superintendente da Senarc, Carlos Alessandro, disse que “Pouca Sombra”, é de altíssima periculosidade e o principal líder de uma facção criminosa. A ficha criminal dele é bastante extensa, com diversas passagens pela polícia.

Ele cometeu um homicídio, no ano de 2008, tendo sido preso e permanecido durante um ano, conseguindo fugir das dependências do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Em 2016, ele foi preso novamente por policiais da Senarc, sendo liberado em seguida com o benefício da liberdade provisória.

Em março de 2017, “Pouca Sombra” foi identificado em filmagens no momento em que desferiu disparo de arma de fogo na mão de um integrante de sua própria facção criminosa, com atuação nos bairros do João Paulo e Coroado. A penalidade foi aplicada depois que o homem teria cometido assaltos na região.


Nenhum comentário:

Postar um comentário