Rádio Voz do Maranhão

quarta-feira, 12 de julho de 2023

PRF apreende mais de 400 kg de cocaína no Sul do Maranhão; droga está avaliada em R$ 80 milhões

A droga estava sendo transportada de Rondônia até a cidade de Fortaleza, no Ceará. O motorista da Scania disse que receberia o valor de R$ 30 mil pelo transporte da carga.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, nesta terça-feira (11), quase meia tonelada (445,300 kg) de cloridrato de cocaína, na BR-230, na região Sul do Maranhão. A droga estava dentro de um compartimento falso de um caminhão trator Scania, com seus dois semirreboques atrelados.

Segundo a PRF, os policiais faziam uma ronda na BR-230, quando observaram uma combinação veicular transitando muito devagar, com indícios de excesso de peso, pelo achatamento dos pneus e a baixa velocidade que o veículo estava desenvolvendo na via, o que chamou a atenção da equipe para realizar a abordagem.

A PRF deu ordem de parada ao condutor do veículo e verificou que dentro dele havia dois homens, sendo o condutor e um passageiro. A equipe encaminhou a combinação para pesagem na Unidade Operacional da PRF em Balsas/MA, para realização da aferição do Peso Bruto Total Combinado (PBTC) e verificação dos possíveis excessos para tomada de medidas administrativas.

Após a pesagem, foi verificado que o veículo se encontrava com excesso de peso, registrando 2.890 kg, sendo lavrado o respectivo auto de infração. Foi solicitado, então, ao condutor que retirasse a lona para averiguação da carga e retirada do excesso de peso.

Durante a verificação da carga transportada, foi observado que se tratava de soja, e que havia, no compartimento de carga do último semirreboque, diferença na profundidade e altura da carroceria. Isso levantou a suspeita de que havia algum compartimento oculto na carga.

Ao questionar o condutor, o mesmo informou que havia algumas garrafas de vinho dentro da carroceria e que também estava transportando drogas. Segundo ele, não sabia qual tipo de droga e nem quantos quilos, mas que ia receber o valor de R$ 30 mil pelo transporte da carga.

Após retirada da carga e abertura do compartimento oculto, foi constatado que existiam 445,300 kg de cloridrato de cocaína. A droga estava sendo transportada de Rondônia até a cidade de Fortaleza, no Ceará.

O quilo do cloridrato de cocaína custa, em média, R$ 180.000,00. Com essa apreensão, o prejuízo para os traficantes é da ordem de R$ 80 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário