Rádio Voz do Maranhão

terça-feira, 5 de setembro de 2023

Professor é encontrado morto em Coelho Neto

O professor Jadielson Sousa Santos foi encontrado morto em um quarto da casa de seu cunhado, nesta segunda-feira (4), por volta de meio-dia, na cidade de Coelho Neto, a 367 km de São Luís.

De acordo com pessoas próximas à família, Jadielson não teria saído para trabalhar, e sua falta foi sentida próximo ao horário do almoço.

Jadielson Sousa era o coordenador pedagógico do município e estava cursando doutorado em Ciências da Educação.

Ele era casado com Sônia Maria, atual secretária municipal de Assistência Social. Eles estavam separados havia dois meses.

Policiais militares e civis estiveram na residência, na rua Vicentinho, no bairro Quiabos, onde o corpo foi encontrado. Há suspeitas de que o professor tenha recorrido ao suicídio.

A prefeitura de Coelho Neto emitiu uma nota lamentando o falecimento do professor e ressaltou seu empenho, dinamismo e competência na secretaria de educação. Todas as aulas na rede municipal foram suspensas até esta terça-feira (5) em todos os turnos.

O professor Jadielson Sousa Santos tinha 45 anos e deixa um filho.

6 comentários:

  1. Foi divulgada a Lista Forbes de Bilionários Brasileiros 2023, no último domingo (3), destacando as posições de estados brasileiros com maior número de bilionários do país. Apenas três estados nordestinos entraram para a lista, entres eles Ceará, Pernambuco e Maranhão.

    E o povo pobre, lascado, querendo ser de dirreita!

    ResponderExcluir
  2. Nunca na história, o Brasil foi governado por uma organização criminosa. Os militares são uma organização que durante a ditadura de 64 torturaram e mataram. Mas, sempre em nome da defesa da democracia, ameaçada pelo comunismo.

    A primeira foi a do Bozo.

    ResponderExcluir
  3. Decio, o menino de ouro, se derreter dá o anel. Já deu muito.

    ResponderExcluir