Rádio Voz do Maranhão

sexta-feira, 29 de setembro de 2023

“Queremos Justiça”, diz movimento Bikeata SLZ após médico morrer atropelado na Avenida Litorânea, em São Luís

Em nota de pesar, o movimento Bikeata SLZ pede Justiça pela morte do médico ciclista Édson Araújo, de 47 anos, que perdeu a vida, por volta das 5h desta sexta-feira, 29, ao ser atropelado e arrastado por cerca de 30 metros, na Avenida Litorânea, por um veículo HB-20, branco, de condutor ainda não identificado.

Na nota, o Movimento pede “às autoridades competentes as providências necessárias para a investigação e punição do(a) responsável, com os rigores da lei”.

Amava o ciclismo  

Carioca de Nilópolis, Édson Soares amava o ciclismo e praticava regularmente o esporte. Radicado no Maranhão, ele entrou para o Hospital Nina Rodrigues, no Monte Castelo, em 2014, quando a retaguarda do Hospital Carlos Macieira (HCM) foi inaugurada em São Luís.

No Nina Rodrigues, atuou como diretor clínico da retaguarda até 2023. Segundo os colegas, Édson, que não gostava de ser tratado de “doutor”, era um excelente médico intensivista. “Todos aqui estamos em choque”, disse uma colega de trabalho do médico ciclista. “Ele amava o ciclismo”, completou.

Sem câmeras

A polícia pode ter dificuldade na identificação do condutor do HB-20, porque na parte nova da Litorânea onde ocorreu a morte do ciclista, próximo à ponte sobre o rio Pimenta, não existe câmeras de monitoramento.

Nota do Nina Rodrigues  

O Hospital Nina Rodrigues também emitiu nota de pesar:


Com informações de O Informante

Nenhum comentário:

Postar um comentário