Rádio Voz do Maranhão

quinta-feira, 26 de outubro de 2023

Após mandado de prisão preventiva, polícia tenta localizar homem que matou jovem atropelado em Humberto de Campos

Osmarino Santos, que continua foragido, atropelou e matou Daniel  no dia 12 de setembro deste ano

A Polícia Civil tentar localizar e prender Osmarino Santos e Santos, que atropelou e matou o jovem Gleidson Daniel, de 25 anos, no povoado Bom Jesus do Júlio, em Humberto de Campos, a 181 km de São Luís.

O mandado de prisão preventiva foi expedido pela juíza Glauce Ribeiro da Silva, titular da Comarca de Humberto de Campos. Osmarino vai responder por homicídio doloso porque ficou comprovado que ele teve a intenção de matar Daniel, mas o alvo principal seria um primo da vítima.

O crime está tipificado no art. 121, parágrafo 2º, incisos I e IV do Código Penal, com pena prevista de 12 a 30 anos de reclusão.

O mandado de prisão preventiva é datado do último dia 20, dois dias após a manifestação feita por familiares e amigos de Gleidson Daniel, em Humberto de Campos, exigindo que o assassino, que continua foragido, seja preso.

Pelas informações passadas ao blog, Osmarino seria morador da Rua C, na Vila Cafeteira, em São José de Ribamar.

Atropelamento e morte

Gleidson Daniel foi atropelado e morto no dia 12 de setembro deste ano, no povoado Bom Jesus do Júlio, em Huberto de Campos. Ele estava em uma motocicleta e parou para encher um dos pneus, em frente a uma escola.

De repente, o assassino, Osmarino Santos, que estava conduzindo um veículo Toyota, atropelou e passou por cima do jovem, que não teve chances de reagir. Com o impacto, Daniel foi jogado contra o muro.

O caso aconteceu por volta das 5h da manhã, sendo que houve demora no socorro porque a ambulância do hospital não foi ao local. Por volta das 6h30, ao tomar conhecimento do atropelamento, a mãe do jovem conseguiu uma caminhonete para ir ao local e levá-lo ao hospital, mas ele morreu antes de receber atendimento.

O atropelamento teria sido proposital e por vingança. Em 2022, um primo de Daniel matou uma pessoa da família de Osmarino, no povoado Bom Jesus. Revoltados, eles queriam matar qualquer um da família do primo, segundo a esposa.

“Eles queriam vingança. Queriam pegar qualquer um da família. Como Daniel era primo, ele resolveu matá-lo. O assassino jogou Daniel contra o muro e ainda passou por cima. Ele não teve nem como se defender. Foi um crime brutal e não pode ficar na impunidade”, disse a esposa de Daniel.

......................

Postagem relacionada:

Familiares e amigos de jovem morto por atropelamento proposital fazem manifestação por justiça em Humberto de Campos; assassino permanece livre

5 comentários:

  1. Quem vai realmente ficar preso foram os que morreram

    ResponderExcluir
  2. Esse é o Brasil, primeiro deixa o bandido fugir pra depois correr atrás. Será que vão deixar o Bolsocaro fugir?

    ResponderExcluir
  3. Cara mal, parece aqueles que invadiram o congresso.

    ResponderExcluir
  4. Que isso não fique impune, Daniel era um menino de bom coração e não merecia o que aconteceu.

    ResponderExcluir
  5. Isso n vai trazer nosso querido Daniel de volta mas q ele pague pelo que fez. Tão inocente, gente de bem. Um exemplo de homem, um pai perfeito. Descanse querido, mas em nossa memória, jamais será esquecido. 😔

    ResponderExcluir