Rádio Voz do Maranhão

terça-feira, 17 de outubro de 2023

Familiares e amigos de jovem morto por atropelamento proposital fazem manifestação por justiça em Humberto de Campos; assassino permanece em liberdade

Familiares e amigos do jovem Gleidson Daniel, de 25 anos, morto por atropelamento proposital, em Humberto de Campos, a 181 km de São Luís, fazem manifestação nesta quarta-feira (18), por volta das 15h, para exigir justiça, pois o assassino continua em liberdade.

Pelas informações passadas ao blog, o jovem foi atropelado e morto no dia 12 de setembro deste ano, no povoado Bom Jesus. Daniel estava em uma motocicleta e parou para encher um dos pneus, em frente a uma escola.

De repente, o assassino, identificado como Osmarino Santos, que estava conduzindo um veículo Toyota, atropelou e passou por cima do jovem. Com o impacto, Daniel foi jogado contra o muro.

O caso aconteceu por volta das 5h da manhã, sendo que houve demora no socorro porque a ambulância do hospital não foi ao local. Por volta das 6h30, ao tomar conhecimento do atropelamento, a mãe do jovem conseguiu uma caminhonete para ir ao local e levá-lo ao hospital, mas ele morreu antes de receber atendimento.

Osmarino continua em liberdade

O atropelamento teria sido proposital e por vingança. Em 2022, um primo de Daniel matou uma pessoa da família de Osmarino, no povoado Bom Jesus. Revoltados, eles queriam matar qualquer um da família do primo, segundo a esposa.

“Eles queriam vingança. Queriam pegar qualquer um da família. Como Daniel era primo, ele resolveu matá-lo. O assassino jogou Daniel contra o muro e ainda passou por cima. Ele não teve nem como se defender. Foi um crime brutal e não pode ficar na impunidade”, disse a esposa de Daniel.

A passeata/protesto vai sair da casa da mãe de Gleidson Daniel, no bairro Bacabeira, e irá passar pela Delegacia, Promotoria, Prefeitura e Fórum da cidade. “Nós vamos lutar por justiça. O assassino não pode continuar em liberdade”, acrescenta a esposa de Daniel.

O crime é investigado pela Delegacia de Humberto de Campos, mas, até o momento, o assassino permanece em liberdade. Ele deverá responder por homicídio doloso.

6 comentários:

  1. Por quê esse assassino ainda tá em liberdade?

    ResponderExcluir
  2. Queremos nada mais que a justiça pelo meu cunhado, que foi brutalmente assasinado por um monstro.

    ResponderExcluir
  3. Um pai de família, honesto, não merecia essa crueldade, que a justiça seja feita sob esse assassino

    ResponderExcluir
  4. Cadê as autoridades de Humberto de Campos? Será que vai ficar impune um ato monstruoso desse? Esse assassino covarde vai ficar solto?

    ResponderExcluir
  5. Um jovem inocente, bondoso, batalhador pela família. Exemplo de homem. Não merecia isso. Não viveu o suficiente. Como pôde alguém ter se achado ao direito de lhe tirar a vida. Sem culpa de nada. Que haja justiça por Gleydson Daniel!!!!!! Era só um jovem bondoso e querido de todos. Não merecia pagar com a morte se era inocente e tão indefeso. Justiça! Justiça! Justiça!

    ResponderExcluir
  6. Mais um crime cruel que acontece no Maranhão e a justiça nada faz aqui na cidade aonde moro em sambaiba ma um elemento tirou a vida de jovem covardemente se apresentou na delegacia saiu pela porta da frente

    ResponderExcluir