Rádio Voz do Maranhão

quarta-feira, 29 de novembro de 2023

Homem mata o namorado da ex-companheira em Zé Doca; o assassino está foragido

 A vítima foi Maks Staylon Barros Cruz, de 33 anos, que morreu na tarde desta quarta-feira (29), após ter sido baleada dentro de um carro, no Centro da cidade de Zé Doca.

Diego Alves Bertoldo, de 28 anos, é apontado como autor do assassinato de Maks Staylon Barros Cruz

Um homem identificado como Maks Staylon Barros Cruz, de 33 anos, morreu após ser alvejado a tiros, no início da madrugada desta quarta-feira (29), no Centro da cidade de Zé Doca, a 315 km de São Luís. Devido à gravidade dos ferimentos, ele foi transferido para um hospital em São Luís, onde morreu na tarde desta quarta.  O assassino, que está foragido, foi identificado como Diego Alves Bertoldo, de 28 anos.

Segundo a polícia, Diego Alves é ex-companheiro da namorada da Maks Staylon e, por estar inconformado com o fim do relacionamento, ele disparou vários tiros contra o casal. Maks foi atingido no peito. Já a mulher, que tem 28 anos, não foi atingida pelos disparos.

Na delegacia, a vítima da tentativa de feminicídio informou que terminou o seu relacionamento com Diego Alves há cerca de três meses, iniciando um relacionamento com Maks Staylon.

Ela contou que, na noite dessa terça-feira (28), estava com o atual namorado em um bar, nas proximidades da residência dele, localizada em um condomínio no Centro de Zé Doca.

Por volta das 20h30, Diego passou a mandar mensagens ofensivas, por meio de um rede social, alegando que ela e o namorado estavam desmoralizando-o, já que bebiam em um local aberto.

Por volta de 0h30, Maks e a namorada saíram do bar e entraram no carro dele. Quando o casal estava saindo no veículo, Diego apareceu e atirou diversas vezes contra o para-brisa do carro em que as vítimas estavam. Um dos tiros acertou a região do peito de Maks Staylon.

Ao perceber que o namorado havia sido alvejado, a mulher tomou a direção do carro e saiu em fuga. Ela afirma que Diego ainda os perseguiu e só parou quando a vítima estava próximo a um hospital.

Maks Staylon foi socorrido na unidade de saúde e encaminhado para um hospital em São Luís, por causa da gravidade dos ferimentos. Ele terminou morrendo na desta quarta, enquanto passava por cirurgia.

Já a mulher não foi alvejada por tiros, mas sofreu escoriações pelo corpo, provocadas pela quebra do vidro do para-brisa do carro.

A Polícia Militar foi acionada e conseguiu localizar e apreender o carro usado por Diego no momento da ação criminosa. Dentro do veículo havia projéteis deflagrados e estojos de munição de pistola cal. 380.

Ainda de acordo com a mulher, Diego já havia ameaçado o namorado dela há alguns meses, na conveniência de um posto de combustível. Na ocasião, Diego teria colocado uma arma na cabeça de Maks e pedido para olhar o celular da vítima, para ver o que ele conversava com a namorada. O assassino ainda está sendo procurado pela polícia.

6 comentários:

  1. Pelos Fatos, Aqui Narrados, Estava "Na Cara" que Isso Iria Acontecer. Afinal, o Assassino Chegou a Colocar Uma Arma na Cabeça da Vítima, Em Episódio Anterior. Enfim, Foi Um Vacilo !

    ResponderExcluir
  2. O cara era perigôso. É melhor, nêsses casos, que se espere a Coisa Julgada, ou sêja, quando o Rejeitado se desapaixonar.

    ResponderExcluir
  3. Quero comprar uma mansão e uma moto pra ir pras motociatas.

    ResponderExcluir
  4. Eu tinha caido fora desse xiri perigoso! Tem muita rachada de boa na área!

    ResponderExcluir
  5. Na cadeia ele vai ter vários namorados e vai refletir sobre o que fez.

    ResponderExcluir