Rádio Voz do Maranhão

quinta-feira, 23 de maio de 2024

Irmãos que estupraram e mataram mulher estrangulada são presos em Açailândia

Dois irmãos foram presos pelo crime de latrocínio, que teve como vítima Meygue Sandra Silva da Costa, de 36, encontrada morta estrangulada, no dia 20 de abril deste ano, na zona rural de Açailândia, a 565 km de São Luís, na Região Tocantina.

Segundo a Polícia Civil, um dos irmãos foi preso no último dia 13 de maio. Já o segundo, foi preso nessa quarta-feira (22).

O crime aconteceu dentro de uma residência na comunidade Sudelândia, povoado 50 BIS, onde o corpo de Meygue Costa foi encontrado em cima de uma cama, com sinais aparentes de estrangulamento e estupro.

Familiares e amigos de Meygue fizeram protesto em
frente ao 26º Batalhão da PM

Segundo a polícia, após ser morta, a mulher teve o celular roubado. Um dos suspeitos usou o aparelho no dia seguinte à morte. Em depoimento, ele confessou ter adquirido o celular roubado da vítima e informou aonde o aparelho se encontrava. O celular foi recuperado pela polícia.

Já o outro irmão investigado confessou à polícia ser o autor da morte de Sandra. Em depoimento, ele deu detalhes do crime, informando que usou um cadarço de sapato para estrangular Meygue Sandra. O homem confirmou, também, que roubou o celular da vítima e o vendeu para o próprio irmão, usando o dinheiro para comprar drogas.

Meygue Costa era mãe de cinco filhos. Segundo a mãe, antes de ser assassinada, ela havia sacado dinheiro de um benefício. No entanto, os assassinos não disseram se roubaram alguma quantia em dinheiro.

Após os procedimentos de praxe, os irmãos assassinos estão em uma unidade prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

6 comentários:

  1. São esses tipos de infeliz que aquele imundo daquele polícial que matou aquela inocente na cohab deveria matar...mais não o louco preferiu tirar a vida de uma inocente....MISERÁVEL...A MORTE PRA ELE AINDA SERÁ POUCO COMO CASTIGO NESSA VIDA.

    ResponderExcluir
  2. Aquela nojera daquela polícial que matou o rapaz no Interior do estado atirando nas costas também é outra...SÃO UM PERIGO PRA SOCIEDADE...ainda bem que todo mundo conhece eles....esses nojos.

    ResponderExcluir
  3. É revoltante matar uma mãe de 5 filhos pra roubar um celular, enquanto que o policial matou a inocente a troco de nada na cohab...VAI ENTENDER

    ResponderExcluir
  4. E um que matou 700 mil.

    ResponderExcluir
  5. Matou 700mil e ainda debochou das vítimas e dos familiares, simulando falta de ar e dizendo que não era coveiro. Tudo pra ganhar uma comissão do laboratório fabricante do KIT CLOROQUINA, do qual virou garoto propaganda, mesmo diante da análise da OMS que esse kit não curvava nem a mãe dele. Eita verme desgracado

    ResponderExcluir
  6. Maldade, depois que teve aquela pandemia em que as pessoas debochavam de quem morria, outros perderam a noção e começaram a praticar crimes achando que vão ficar impunes. Cuidado, Xandão tá de olho e muitos ainda vão ser presos.

    ResponderExcluir