Rádio Voz do Maranhão

segunda-feira, 20 de maio de 2024

Médica morre de dengue hemorrágica 12 dias após o filho falecer da mesma doença em Teresina

A médica Laysa Lira faleceu nesta segunda-feira (20) em Teresina, suspeita de complicações decorrentes de uma dengue grave. A morte da pediatra ocorre apenas 12 dias após a morte de seu filho, Rafael Lira Matias, de 5 anos, também vítima da mesma doença. Rafael foi a primeira criança a falecer por dengue na capital piauiense.

Laysa estava internada em um hospital particular desde o último sábado (18). Ontem, ela sofreu uma parada cardiorrespiratória e teve sua morte encefálica declarada. Hoje pela manhã, a médica apresentou falência múltipla de órgãos.

O filho mais velho de Laysa também está internado para passar por exames, mas felizmente está consciente e orientado.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) está investigando o caso e aguardando o resultado do exame que foi enviado ao Laboratório Central (Lacen).

Laysa era casada com o médico era casada com o médico Ricardo Matias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário