Prefeitura Minha Nota

Prefeitura Minha Nota

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Atlas da Violência ratifica queda dos homicídios no MA e desmonta fake news sarneyzista


Os dados do Atlas da Violência, divulgado na terça-feira (05) pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, ratificam a queda nos homicídios no Maranhão a partir de 2015, quando o governador Flávio Dino assumiu o governo.

Os números ainda desmontam discurso sarneyzista que insiste em afirmar que a violência no estado não diminuiu, apesar de estudos nacionais, como este, e dados do portal G1 atestarem o contrário. Quase que semanalmente, o império midiático da oligarquia insiste em espalhar que a criminalidade aumentou no Maranhão.

De acordo com o Atlas, entre 2004 e 2014, a taxa de homicídios no Maranhão aumentou ano a ano, sem trégua. Foram dez anos seguidos de alta. A partir de 2015, no entanto, os números começaram a cair, invertendo a curva ascendente até então.

O índice de homicídios por 100 mil habitantes passou de 11,3 para 35,9 entre 2004 e 2014 no Maranhão. Em números absolutos, o aumento foi de 699 homicídios em 2004 para 2.407 em 2014. Ou seja, a quantidade mais do que triplicou em dez anos, evidenciando a grave crise na Segurança nesse período.

Em 2015, primeiro ano da gestão de Flávio Dino, o índice caiu para 35,3. E em 2016, uma nova redução, para 34,6, segundo o Atlas da Violência.

Outro destaque sobre o levantamento é de que o Maranhão é um dos três Estados do Nordeste que conseguiram reduzir a taxa de homicídios entre 2015 e 2016, com o terceiro menor índice desse crime na região.

Enquanto a média do Nordeste aumentou de 41,84 para 44,15 homicídios por 100 mil habitantes entre 2015 e 2016, a taxa do Maranhão caiu de 35,3 para 34,6.

O Atlas da Violência é uma publicação anual elaborada pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O estudo trabalha com dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde. Portanto, dessa vez os sarneyzistas nem poderão mentir afirmando que os números são manipulados.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...