Rádio Voz do Maranhão

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Polícia encontra pistola .40 que pode ter sido usada para matar Décio Sá


Pistola encontrada pode ter sido usada para matar Décio Sá
(Foto: Biné Morais)

A pistola .40 que pode ter sido usada na execução do jornalista Décio Sá foi encontrada pela polícia na tarde desta quinta-feira (5). O assassino Jhonathan Silva participou das buscas, depois de ter informado à polícia, durante a reconstituição do crime, que teria enterrado a arma do crime na duna, por onde ele fugiu depois de matar o jornalista, no dia 23 de abril.

No depoimento aos delegados que investigam o crime, Jhonathah havia informado que teria jogado a arma na Baía de São Marcos, durante a travessia de ferry boat para a Baixada Maranhense, dois dias após a prática do crime. 

Nos trabalhos de busca pela arma na área indicada pelo criminoso, os peritos do Instituto de Criminalística do Maranhão (Icrim-MA) utilizaram equipamentos de detecção de metal. É um tipo de equipamento que detecta objetos metálicos que estejam escondidos ou enterrados a uma profundidade de pelo menos 20 centímetros.
Perito recolhe a pistola .40 (Foto: Biné Morais)
Jhonathan Silva participou das buscas pela arma acompanhado dos delegados que apuram o inquérito e dos promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco).

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a arma estaria com sua numeração raspada. A pistola deverá ser submetida a testes em um microcomparador balístico, com objetivo de atestar se ela foi utilizada na execução do jornalista.

O Secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes, deverá fazer a apresentação dessa pistola .40 na manhã desta sexta-feira (6) no auditório da secretaria.

Com informações do G1 Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário