domingo, 23 de junho de 2019

Assaltante morre e dois são presos após troca de tiros com PMs na Vila Cutia, em São Luís; arma e celulares roubados são apreendidos


Um assaltante morreu e outros dois foram presos após confronto com policiais do 6º BPM na região do Conjunto São Raimundo, em São Luís. A ação policial ocorreu por volta de 21h30 de sexta-feira (21), na Rua do Muro, na Vila Cutia.

Os presos foram identificados como José Maurício de Sousa Teixeira, de 28 anos, e Tones Gabriel Moraes Aguiar, de 19 anos. O menor de iniciais M.B de O, de 15 anos, foi atingido por disparos e morreu ao dar entrada no Hospital Clementino Moura, o Socorrão 2. Os três residem no Conjunto São Raimundo.

Com eles, foram apreendidos um revólver calibre .38, municiado com três munições intactas e duas deflagradas; um veículo Corsa Classic, de cor azul, placa HQE-6532; quatro aparelhos celulares e uma carteira porta-cédulas.

Assaltos, perseguição e troca de tiros

Segundo informações da PM, a viatura do São Raimundo fazia rondas na área quando foi informada sobre uma tentativa de homicídio na Vila Cascavel. No local, a vítima informou que os elementos tentaram disparar, mas arma falhou. Em seguida, eles fugiram em um veículo Classic, de cor escura, modelo antigo.

No momento em que a vítima conversava com a guarnição, foi passada a informação, via rede de rádio, de que estava havendo outro assalto no mesmo local da ocorrência anterior, e que o veículo usado pelos bandidos tinha as mesmas características.

No bairro Pontal da Ilha, a guarnição avistou o veículo, que empreendeu fuga, ignorando os sinais de parada. Na Rua do Muro, na Vila Cutia, um dos criminosos, que estava no banco de trás do veículo, colocou a cabeça para fora e efetuou disparos contra a guarnição, que revidou. Os disparos acertaram o assaltante, que atentou contra a vida dos policiais, e o pneu traseiro direito do veículo.

Prisão, apreensão de objetos e socorro aos feridos

Em seguida, o veículo parou e os assaltantes se renderam. No interior do carro, foram encontrados os celulares roubados durante o arrastão realizado na área.  O revólver estava na mão de um dos assaltantes atingido por disparos.

De imediato, os policiais prestaram socorro aos baleados. O menor não resistiu e morreu no Socorrão 2. Ele já havia sido autuado por ato infracional análogo ao art. 121 do CP por prática de homicídio.

Tones Gabriel Moraes Aguiar e José Mauricio De Sousa Teixeira foram conduzidos à Delegacia da Cidade Operária (Decop) para autuação em flagrante por roubo qualificado pelo emprego de arma de fogo e concurso de pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário