Rádio Voz do Maranhão

sábado, 16 de setembro de 2023

Ex-policial militar é condenado a mais de 19 anos de prisão por matar comerciante para se livrar de dívida de apostas em Imperatriz

O ex-PM foi julgado pela morte do comerciante Valdeci Pereira Araújo e pela tentativa de homicídio contra Vilmar Pereira Araújo, crimes praticados em 20 de outubro de 2020.

O comerciante Vilmar Pereira Araújo foi assassinado a tiros 

Um ex-policial militar, identificado como Wyllian Correa Lima, foi condenado a 19 anos e dois meses de reclusão pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio, na cidade de Imperatriz, na Região Tocantina.

O ex-PM foi julgado pela morte do comerciante Valdeci Pereira Araújo e da tentativa de homicídio contra Vilmar Pereira Araújo, crimes praticados em 20 de outubro de 2020. Segundo as investigações, a motivação dos crimes teria sido a cobrança de uma dívida de jogo.

O réu foi julgado no último dia 13 de setembro, durante o mutirão de julgamentos promovido pela 1ª Vara Criminal de Imperatriz. O julgamento foi presidido pela juíza titular Edilza Barros Ferreira.

Ao final do julgamento, o conselho de sentença decidiu pela condenação de Wyllian Correa. Além de receber a pena de 19 anos e dois meses de reclusão, o réu também perdeu o cargo de PM.

“Diante da pena imposta e como efeito da condenação, decreto a perda do cargo, emprego ou função do réu”, pontuou a magistrada na sentença.

Wyllian Correa Lima deverá cumprir a pena em regime, inicialmente, fechado.

O crime

Segundo o inquérito policial, no dia 20 de outubro de 2020, no bairro Juçara, o comerciante Valdeci cobrou uma dívida do policial militar, o qual prometeu que daria o dinheiro até o final do mesmo dia. Porém, o comerciante solicitou que o pagamento fosse feito por meio de depósito.

Wyllian Correa disse, então, que passaria no bar de Valdeci para somar as contas, pois os valores não estavam coincidindo com o valor que Valdeci estava cobrando.

Mais tarde, no mesmo dia, Valdeci estava em frente ao bar de sua propriedade, sentado em uma cadeira, quando Wyllian, usando um veículo tipo Fiat Pálio, passou e efetuou diversos disparos de arma de fogo, atingindo Valdeci, que morreu no local. Logo em seguida, o PM também atirou em Valmir, atingindo-o superficialmente.

Segundo as investigações da Polícia Civil do Maranhão, a vítima explorava apostas ilegais na região e teria sido morta após cobrar uma dívida de apostas que foram perdidas pelo PM.

“O investigado fazia apostas em jogos de futebol, apostas online, e a vítima era uma espécie de cambista, ele tava devendo ao cambista e o inquérito aponta que o homicídio foi pra não ter que pagar uma dívida acumulada”, disse, na época, o delegado Praxísteles Martins, que investigou o caso.

.....................

Postagem relacionada:

PM é preso suspeito de matar comerciante por dívida de jogo em Imperatriz

Nenhum comentário:

Postar um comentário