Rádio Voz do Maranhão

terça-feira, 14 de maio de 2024

Justiça aceita denúncia do MP contra homem que assassinou jovem com requintes de crueldade em Maranhãozinho

A Promotoria de Justiça de Governador Nunes Freire denunciou, no último dia 2, Elizeu Carvalho de Castro, conhecido como Bahia ou Baiano, pelo feminicídio de Ana Caroline Sousa Campelo, ocorrido em 10 de dezembro de 2023. A Denúncia foi aceita na última sexta-feira, 10, pelo juiz João Paulo de Sousa Oliveira.

De acordo com a Denúncia, assinada pelo promotor de justiça Felipe Boghosian Soares da Rocha, o crime ocorreu na madrugada de 10 de dezembro, no município de Maranhãozinho (termo judiciário da comarca). O crime teria sido cometido com emprego de asfixia e meio cruel, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e com razões ligadas à condição de sexo feminino da vítima.

De acordo com o inquérito policial, na madrugada de 10 de dezembro Ana Caroline Campelo deixou seu local de trabalho por volta de 1h da manhã, retornando para sua casa. No caminho ela passou a ser perseguida por um homem em uma motocicleta, que foi identificado como sendo Elizeu de Castro.

A uma esquina da casa da vítima, em local ermo, ele teria obrigado Ana Caroline a subir na moto e levado a mulher até uma estrada vicinal em direção ao Povoado Cachimbo. Lá ele teria cometido o crime por asfixia.

Ainda de acordo com a Denúncia, de forma cruel, Baiano teria arrancado a pele do rosto da vítima, olhos, orelhas e parte do couro cabeludo.

Após o crime, o assassino abandonou o corpo no local, que foi encontrado na manhã do mesmo dia. Após a identificação, Elizeu de Castro foi preso em 31 de janeiro de 2024, em uma fazenda no município de Maranhãozinho. O denunciado encontra-se preso na Unidade Prisional São Luís I.

...................

Postagem relacionada:

Jovem é assassinada com requintes de crueldade em Maranhãozinho

2 comentários:

  1. Cadeia no Bosta e em todos os seus seguidores psicopatas

    ResponderExcluir
  2. Cadeia nesses assassinos com táticas milicianas.

    ResponderExcluir