IPTU

IPTU

terça-feira, 17 de julho de 2018

Clonagem de whatsapp: operação prende “cabeça” de quadrilha que aplicou golpes em deputados estaduais


Uma operação desencadeada pela Polícia Federal, e que no Maranhão contou com a participação da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), desarticulou uma quadrilha especializada em aplicar golpes por meio do aplicativo de troca de mensagens WhatsApp. O grupo clonava os números telefônicos para a realização de transferências financeiras.

No Maranhão, entre as vítimas estão os deputados estaduais Valéria Macedo, Adriano Sarney, Vinícius Louro e Josimar de Maranhãozinho. Outra vítima teria sido a governadora do Paraná, Maria Aparecida Borghetti.

Batizada de “Swindle” (fraude em inglês), a operação tinha como objetivo o cumprimento de cinco mandados de busca de apreensão e dois de prisão preventiva, nos estados do Maranhão e Mato Grosso do Sul, expedidos pela Justiça Federal em Brasília.

Em São Luís, um dos alvos da operação foi o condomínio de classe média alta Ilhas Gregas, localizado no Parque Shalon. Nesse local, foi preso Leonel Pires Júnior, apontado como um dos “cabeças” do bando, que havia se mudado na segunda-feira (16) para aquele prédio. Além dele, mais sete pessoas teriam sido presas na capital maranhense. Leonel foi levado para a sede da PF, na Cohama; e os demais, para a Seic, no Bairro de Fátima.

Conforme informações da Polícia Federal, o grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas “emprestadas” para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, nos quais os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por elas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato.

Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos arts. 154-A, §3º e §5º, e 171, §3º e 288 do Código Penal Brasileiro.

PRESOS DURANTE A OPERAÇÃO

ANA LÚCIA MIRANDA ROCHA

ERICK RAPHAEL REIS TEIXEIRA

ELOAH CHRISTINA ARAÚJO MACHADO

IVANILDE NOGUEIRA AMARAL

LEONEL SILVA PIRES JÚNIOR

MARKSUEL PEREIRA DE SOUSA

RUDSON JANUARIO SERRA

THATIELLE CRISTINA CORDEIRO SILVA

Com informações do blog do Wellington Rabello

Um comentário:

  1. Ladrão que rouba ladrão, 1000 anos de perdão...ainda mais esses políticos safados...esse merece é ser condecorado!!!

    ResponderExcluir

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...