Rádio Voz do Maranhão

segunda-feira, 2 de janeiro de 2023

Carlos Brandão afirma que educação e geração de emprego serão prioridades de seu governo

 

“Vamos fazer um governo de continuidade tendo como prioridades a educação e a geração de emprego e renda”, afirmou o governador reeleito Carlos Brandão (PSB), neste domingo (1º), durante entrevista coletiva à imprensa antes de tomar posse para o seu segundo mandato.

“Nós temos ainda muita coisa para ser feita e fortaleceremos muito mais a educação, que será o carro-chefe do nosso governo. Sem esquecer, obviamente, as demais áreas, como infraestrutura”, ressaltou.

Questionado sobre os indicadores de pobreza, o governador afirmou que fortalecerá o programa de segurança alimentar com a ampliação do trabalho de construção de restaurantes populares.

“Vamos levar esse programa para todos os municípios. Só isso não resolve e, por isso,  precisamos ter um tripé que melhore os indicadores sociais de nosso estado”, acrescentou.

Parceria – Brandão afirmou que está muito otimista por ter o Governo Federal como grande parceiro. “Contamos com o senador Flávio Dino (PSB), que agora é ministro, e o presidente Lula, que tem essa sensibilidade. É um presidente que governará em parceria com os estados e os municípios. Não se melhora indicadores sociais sem a participação de todas as esferas de governo. Por isso, vamos trabalhar em conjunto”.

Secretariado – Indagado sobre mudanças no governo, o chefe do Executivo Estadual disse que só no final de fevereiro anunciará o secretariado, que contará com a participação dos partidos que deram apoio à sua reeleição.

“Faremos mudanças, com certeza, por conta da nova composição partidária que nos ajudou a ganhar as eleições e que participará com seus quadros técnicos”, frisou.

Municipalismo – Inquirido sobre a participação dos municípios no seu governo, Carlos Brandão disse que o segredo de tudo é o diálogo e frisou ser um municipalista nato. “Vamos começar um projeto municipalista ainda mais forte. Para isso, faremos convênios com as prefeituras que tiverem adimplentes e, em outros casos, as obras diretamente. Isto será definido em diálogo franco e direto”, salientou.

Investimentos – Carlos Brandão revelou que, só este ano, 35 novas empresas se instalarão no Maranhão. “Isto representa investimentos de R$ 450 milhões que vão gerar mais de oito mil empregos. Nestes últimos dez meses, o Maranhão bateu todos os recordes de geração de emprego. Foi o estado que mais gerou emprego no Nordeste e o sétimo no Brasil. Precisamos continuar essa política de atração de investidores”, acentuou.

Paz no campo – O governador disse que fará um amplo programa de regularização fundiária. “Nos últimos meses, já distribuímos mais de cinco mil títulos de terra. Esse é um programa que pode assegurar a paz no campo e será desenvolvido de forma arrojada e em parceria com os municípios”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário