sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Criança é encontrada amarrada em um tronco no quintal de casa em Cândido Mendes

Policiais da 12ª Companhia  Independente da PM resgataram, na quinta-feira (1º), uma criança que vinha sendo submetida a maus-tratos na cidade de Cândido Mendes.

Segundo os policiais, a denúncia, feita pelo Conselho Tutelar, era de que a criança, de 8 anos, havia sido amarrada pela mãe em uma residência na Rua Nova IV, bairro Aviação. 

De imediato, a equipe se dirigiu para o local na companhia das conselheiras Leila e Ingrid.

No local, os policiais constataram a veracidade dos  fatos, pois a menor estava amarrada com cordas e uma borracha de câmara de ar no quintal da residência, presa a um pedaço de madeira. 

A menor estava debilitada e com muita fome. Depois de alimentada, a menina ficou sob os cuidados do ConselhoTtutelar.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão a Vânia Cristina Pereira, de 45 anos. Ela foi conduzida para a delegacia de Cândido Mendes e vai responder por maus-tratos 

Pelas informações que chegaram ao blog, essa não era a primeira vez que a mulher amarrava a criança. Sempre que a menina fazia algo que não agradava à mulher, algum ato de desobediência, era castigada.

O Código Penal prevê em seu artigo 136 o crime de “Maus-Tratos” que consiste na exposição a perigo da vida ou da saúde de pessoa sob a autoridade, guarda ou vigilância do agente, para fim de educação, ensino, tratamento ou custódia, quer privando-a de alimentação ou cuidados indispensáveis, quer sujeitando-a a trabalho excessivo ou inadequado, quer abusando de meios de correção ou disciplina. Por seu turno, o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8069/90), descreve tipo penal muito semelhante em seu artigo 232, criminalizando a conduta de “submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou constrangimento”.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...