domingo, 23 de outubro de 2016

Campanha de Eduardo Braide parte para os ataques

por John Cutrim

Esquecendo as propostas, que marcaram sua campanha no primeiro turno, o candidato Eduardo Braide partiu para o ataque contra Edivaldo. Com os resultados das pesquisas apontando a liderança de Edivaldo e queda do seu oponente, marqueteiros do 33 em desespero começaram uma onda de agressões a Edivaldo no horário eleitoral.

Na programa exibido na noite deste sábado (22), a campanha de Eduardo Braide quis implantar terrorismo entre os eleitores, relembrando os ataques criminosos ocorridos dias antes da eleição do primeiro turno. Fato que pode se repetir nesta semana na tentativa de atingir o prefeito Edivaldo e o governador Flávio Dino.

A senha do que pode vir nos próximos dias foi dada com o tema segurança, abordado no horário eleitoral de Eduardo Braide. Além de criticar o governo do Estado, o programa do candidato do PMN passa a ideia de que o prefeito Edivaldo tem culpa pelas ações violentas praticadas pelas facções na capital.

Curioso que os incêndios a ônibus só aconteceram na véspera do dia da eleição. O governador Flávio Dino chegou a dizer que os atos criminosos tinham motivação eleitoral.

Independente do que estão preparando para esta semana que antecede o pleito, o aumento dos ataques do QG de Braide a Edivaldo já começa a ser visto pela população como sinal de desespero.


E para quem tem o marqueteiro de Collor no comando, muito pior pode ocorrer no intuito de tumultuar a eleição.

Um comentário:

  1. Já era esperado! mais não é ele que bate no peito que faz uma campanha limpa, sem ataques! só papo, tá desesperado.

    ResponderExcluir

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...