quinta-feira, 24 de novembro de 2016

PF deflagra operação que mira quadrilha que lesava a Previdência


BELA MEGALE
FOLHA DE S. PAULO/DE BRASÍLIA

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (24) a Operação Compensação, que investiga uma suposta organização que cometia crimes contra o INSS no Distrito Federal e que pode ter causado rombo de R$ 37 milhões nas contas da Previdência.

Segundo nota da PF, estão sendo cumpridos sete mandados judiciais. Eles foram expedidos pela 12ª Vara da Justiça Federal no Distrito Federal.

"O modus operandi consistia na utilização de empresas ativas e inativas para o envio de GFIP's (Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social) extemporâneas, com dados inautênticos acerca de supostos prestadores de serviço autônomos, a chamada categoria 13", relatou a PF em nota.

Segundo as investigações, nessas Dudas de recolhimento do FGTS também eram inseridas informações sobre compensações de valores de créditos tributários devidos. Isso acarretava o "zeramento", ou seja, a ausência de tributos a recolher aos cofres públicos.

Segundo a PF, a suposta organização criminosa era composta por empresários, um servidor público do INSS e um escritório de contabilidade.


Os envolvidos podem ser indiciados pelos crimes de estelionato previdenciário, falsidade ideológica e organização criminosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...