Mais Asfalto

Mais Asfalto

segunda-feira, 13 de março de 2017

Máfia da Saúde: Juiz livra a pele de Roseana, mas deixa Ricardo Murad e mais 14 com a corda no pescoço

Ricardo Murad e Roseana Sarney são acusados
de comandar a denominada 'Máfia da Saúde'
Até parece que Ricardo Murad tinha autonomia para decidir tocar projetos na área da Saúde, no governo de Roseana Sarney, sem consentimento da então governadora.  Parece-me que esse é o entendimento do juiz Clésio Coelho Cunha, da 7ª Vara Criminal do Maranhão. 

O magistrado absolveu nesta segunda-feira (13) a ex-governadora Roseana Sarney de acusações de fraudes em licitações e de superfaturamento em obras de 64 hospitais construídos no Maranhão para financiar a campanha eleitoral de 2010.

Em maio do ano passado, a Justiça aceitou denúncia do Ministério Público Federal contra Roseana, contra o ex-secretário de Saúde Ricardo Murad e outras 14 pessoas por supostas ilegalidades na licitação de R$ 57 milhões que escolheria as construtoras responsáveis pelos hospitais.

O magistrado aceitou as alegações de Roseana durante a defesa prévia feita pelo advogado Luís Henrique Machado, feita após a denúncia. Entre as informações apresentadas, está, inclusive, uma cirurgia realizada pela ex-governadora dois meses antes da licitação.

"Tratava-se de denúncia genérica, imputando fatos desconexos com a realidade, até porque Roseana encontrava-se licenciada do governo, em razão de problemas de saúde. O mais importante, nesse momento, é o restabelecimento da verdade”, afirmou Luís Henrique Machado ao Blog.

Apesar de ter absolvido Roseana, o magistrado ratificou, na decisão, que mantém a aceitação da denúncia contra os outros 15 acusados neste caso.

Segundo o Ministério Público, os desvios na Secretaria de Estado da Saúde (SES) podem chegar a R$ 1 bilhão.

Uma pergunta que não quer calar: Se Ricardo Murad tinha poderes para gerir, de forma independente, a Secretaria de Saúde, o que diabos fazia Roseana Sarney no governo? Acredito ser um absurdo o entendimento de que o ordenador de despesas pode agir livremente, sem consentimento ou aval do chefe do Poder Executivo. 

Óbvio que Roseana Sarney, que teria recebido dinheiro do esquema para sua campanha, tinha conhecimento e deu aval para a realização e efetivação do famigerado 'Saúde é Vida'.

Agora, Ricardo Murad figura como chefe da organização criminosa? Será que, revoltado, ele não pode complicar a situação da ex-governadora?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...