terça-feira, 7 de março de 2017

Sistema Mirante não reajusta salários de funcionários há dois anos e MPT marca audiência para o próximo dia 13

O Sistema Mirante de Comunicação não reajusta os salários de seus funcionários há dois anos. Além disso, suspendeu o vale refeição e, por último, o plano de saúde.

Preocupado com a situação, o Sindicato dos Jornalistas recorreu ao Ministério Público do Trabalho para que os direitos dos trabalhadores sejam respeitados.

Em resposta, o MPT marcou uma audiência de mediação entre os Sinjor/MA e o Grupo Mirante de Comunicação para a segunda-feira (13), às 10h30.

Ao que parece, diante das dificuldades financeiras, o conglomerado de comunicação da família Sarney está vivendo um de seus piores momentos, desde que a ex-governadora Roseana Sarney perdeu o comando do Palácio dos Leões para governador Flávio Dino, em 2014.

Ao longo de muitos anos, os cofres do governo do Maranhão foram os principais patrocinadores dos veículos de comunicação do Sistema Mirante. Com o fim da sangria de recursos públicos, a crise financeira bateu à porta.

Para completar o drama, o país enfrenta uma de suas maiores crises econômicas, desde o lançamento do Plano Real. Uma crise agravada com o ‘golpe’ que tirou o PT e Dilma Roussef do poder. Um ‘golpe’ que contou com o apoio do oligarca José Sarney.

A crise que se abateu sobre o Sistema Sarney de Comunicação já levou à demissão de dezenas de funcionários.

Os Sarneys poderiam usar alguns milhões da fortuna acumulada ao longo de quase cinco décadas de poder para tentar salvar o Sistema de Comunicação.

Pelo andar da crise, a coisa pode piorar. Se a situação não for reversível, talvez a saída seja a venda ou mesmo o arrendamento de todo o Sistema. 

Infelizmente, os trabalhadores são os mais prejudicados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...