Banner Prefeitura Aedes

Banner Prefeitura Aedes

Elite

Elite

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Espancador da advogada Ludmila tem pedido de Habeas Corpus negado

A justiça mantém dois mandatos de prisão preventiva por crime de violência doméstica, um da Comarca de Pinheiro e outro da 3ª Vara Criminal de São Luís

A defesa do empresário Lúcio André Silva Soares, acusado de agredir a ex-companheira, a advogada Ludmila Ribeiro, teve pedido de Habeas Corpus recusado pelo Tribunal de Justiça do Maranhão. Lúcio André responde por dois crimes de violência doméstica e está foragido desde o dia 13 de novembro.

O pedido foi solicitado na noite da segunda-feira (18) pelo advogado Antônio Glaucius de Morais, em revogação a prisão preventiva decretada pelo juiz Lúcio Paulo Fernandes Soares, da 2ª Vara da Comarca de Pinheiro. O desembargador José Luiz Oliveira de Almeida foi o responsável pelo recebimento e negou o pedido na tarde desta terça, 19.

Lúcio André já entrou com outros três pedidos de revogação dos mandatos de prisão preventiva pelos quais responde, mas teve todos negados pela justiça.

O caso

Lúcio e Ludmila estavam há um ano e meio separados e tentando reconciliação há dois meses. A separação foi motivada por uma agressão do empresário contra a advogada durante a gravidez.

No dia 11 de novembro, eles saíram para jantar em um restaurante na região da Lagoa da Jansen. Lúcio tirou fotos com a ex-esposa e pediu a ela que publicasse em suas redes sociais. Ludmila se recusou a postar e resistiu a entregar o celular para o empresário, que o tomou a força. Há informações de que ele queria saber com quem ela andaria trocando mensagens.
O casal seguiu para o carro, onde Lúcio começou a agredi-la com socos e cotoveladas. Chegando próximo ao condomínio onde Ludmila mora, ele a jogou para fora do carro e a advogada, sem força para ficar em pé, caiu ao chão. Lúcio ainda tentou jogar o carro para cima da vítima com o intuito de atropelar e até matar, mas foi impedido por vizinhos que a socorreram.

Ludmila teve parte do rosto desfigurado, duas costelas fraturadas e ferimentos em diversas regiões do corpo. Lúcio foi preso, mas liberado logo depois de pagar fiança no valor de R$ 4.685,00 e desde então segue foragido.

Com informações de O Imparcial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...