IPTU

IPTU

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

O governo do presente e do futuro

Não nos digam mais os idiotas que os ideais socialistas são infensos ao progresso e ao bem-estar da população.
Por JM Cunha Santos

Parecia impossível que fosse exatamente o Maranhão a vencer as crises econômica e política nacionais e ser o destaque da administração pública no país. Impossível, porque éramos nós a referência do atraso, das pobrezas extremadas, da corrupção sem freios, da violência sem fim. A aplicação dos recursos públicos de forma correta e nos lugares certos no governo Flávio Dino, priorizando a opção pelos pobres, fez assentar no Maranhão um governo livre de explosões e de tragédias. Tranquilo, sem nem mesmo greves de grande impacto, como diz o governador.

Outros estados, estados ricos, deixaram de pagar o 13 dos funcionários que o governo Flávio Dino pagou ainda no dia 15. Parcelaram o pagamento de salários, parcelaram a dignidade do trabalhador em nome da crise que o Maranhão venceu.

E o Maranhão tem previsão de crescimento do PIB 5 vezes superior à média brasileira. É isso o que vivemos hoje e é mais que surpreendente e inusitado para um estado que, ao longo de toda sua história, amargou os piores índices de desenvolvimento da Nação. O governo chegou aonde não parecia possível chegar. Só para citar um exemplo, a Força Estadual de Saúde, constituída em sua grande parte somente de estudantes, realizou 740 mil atendimentos, indo a lugares remotos, nos quais a saúde pública não esteve jamais.

O Maranhão vai dispor de 15 mil policiais em defesa da sociedade, já reduziu em 71 % o índice de assaltos a bancos, reduziu drasticamente o índice de homicídios, além de praticamente zerar os crimes de latrocínio. E pensar que até 2014 essa era a terra fértil da pistolagem, da violência no campo e do crime organizado.

Não nos digam mais os idiotas que os ideais socialistas são infensos ao progresso e ao bem-estar da população. 170 cidades do Maranhão foram pavimentadas e uma verdadeira revolução ocorreu no sistema educacional do estado. Para além da construção e reforma de centenas de escolas, a formação e capacitação de 50 mil professores, o programa Cidadão do Mundo, as bolsas de doutorado da FAPEMA que, de 14 somente, hoje chegam a 86, a instalação de escolas em tempo integral e escolas profissionalizantes, tudo o que nenhuma outra administração jamais fez nesse estado.

Outra revolução ocorreu na saúde pública, com hospitais regionais em pleno funcionamento, substituindo os elefantes brancos e mancos, inúteis da gestão de Ricardo Murad, fatos que nos colocam diante de uma verdade inconteste: o Maranhão não é mais a terra dos fracassos. Passou da nota zero em Transparência de gestão e informação para nota 10, o que indica e comprova que a corrupção acabou, por mais que tentem transferir para este governo crimes do governo anterior.

Evidente “o contraste entre o ambiente hostil e de instabilidade e o que está sendo feito”, como disse o governador durante encontro com jornalistas. Até março do ano que vem serão 200 novas inaugurações no Estado.

O Maranhão mudou. Está mudando ao ritmo da honestidade e da competência nacionalmente comprovadas. E não importa quantos aparelhos de TV transmitam as mentiras da Mirante de Sarney. O povo vê, está vendo.

Um comentário:

  1. por isso que voto em Flávio Dino. poção de pedras é 6565656565656565 de coração governador Flávio Dino o Maranhão em boas mãos. de alto Parnaíba até São Luís. de Timon até Imperatriz. o Flavio Dino é o nosso governador. É isso que o povo quer

    ResponderExcluir

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...