quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Polícia Civil conclui inquérito sobre a morte do prefeito de Davinópolis; vice-prefeito foi o mandante


Inquérito aponta que o vice-prefeito, Rubem Lava Jato, foi o mandante da morte do prefeito Ivanildo Paiva
A Polícia Civil do Maranhão, por meio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), concluiu e entrega nesta quinta-feira (17), no fórum da cidade de Imperatriz, o inquérito policial que investigou a morte do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva.

Iniciado em 11 de novembro de 2018, data do assassinato do prefeito, o inquérito resultou em seis volumes e na prisão de oito pessoas; todas elas transformadas em preventivas. Entre os oito presos pelo assassinato de Ivanildo Paiva, se encontra o vice-prefeito, Rubem Firmo, apontado como mandante do crime.

O trabalho de investigação foi realizado pelo Departamento de Homicídios do Interior (DHI), tendo à frente o delegado Jeffrey Furtado; e pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Imperatriz, que é coordenado pelo delegado Praxísteles Martins. Os dois departamentos são vinculados à Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), sediada em São Luís.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...