quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Bira do Pindaré desiste de disputar prefeitura e culpa Roberto Rocha pela implosão de sua candidatura

Em Carta Aberta ao Povo de São Luís, o deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) anuncia que desiste de concorrer à Prefeitura de São Luís. Diz que as manobras feitas pelo senador Roberto Rocha, que tem o controle total do partido, tornaram inviável sua pretensa candidatura.

“Somos obrigados a reconhecer que nossa candidatura sofreu um impedimento por parte da direção municipal do PSB sob o controle exclusivo do Senador Roberto Rocha", diz.

O deputado não deixa claro que caminho seguirá na disputa, mas, pelo que tem sido especulado, ele deverá anunciar apoio à candidatura do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. 

Bira chegou a ser cogitado para vice na chapa encabeçada pelo prefeito, mas não teria apoio do senador Roberto Rocha, que está querendo emplacar o filho de qualquer jeito.

Uma coisa é certa: com essa desistência de Bira, o senador Roberto Rocha perde poder de barganha junto aos demais candidatos, pois a maioria da militância do PSB era favorável à candidatura própria. Sem um candidato de peso, o PSB poderá ficar sem condições até de eleger vereadores. Roberto Rocha perdeu a 'moeda de troca' e perde significância na disputa em São Luís. A arrogância e o centralismo de Rocha afundaram o PSB em São Luís.

Grande parte dos eleitores que votariam em Bira devem migrar para a candidatura do prefeito Edivaldo Júnior.

Confira a íntegra da carta aberta de Bira do Pindaré.

Carta Aberta ao Povo de São Luís

Nos últimos meses travamos uma importante batalha dentro do Partido Socialista Brasileiro (PSB) em nome de uma candidatura própria a prefeito de São Luís nas eleições de 2016.

Foram muitos encontros, reuniões e diálogos na tentativa de chegar a um entendimento necessário com vistas não apenas no fortalecimento da sigla, mas, sobretudo, em oferecer uma alternativa na eleição da nossa amada capital.

Esse projeto começou em 2015, quando a militância de base, no Encontro Estadual, entregou uma carta aberta ao presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira. No documento, os movimentos sociais e segmentos organizados do partido defenderam a candidatura própria e indicaram o nosso nome como pré-candidato a prefeito de São Luís.

Com muita alegria topei o desafio por entender que se tratava de um projeto coletivo e importante para a população da nossa querida capital e para o fortalecimento do partido em todo Maranhão. Não sou e nunca fui candidato de mim mesmo. Aceitei a missão com a firmeza das convicções de sempre, que marcam nossa trajetória em favor do povo maranhense que sonha e luta por direitos sociais e contra os coronéis e suas políticas do atraso.

Prontamente, iniciamos os debates com as lideranças partidárias e lançamos o ‘Diálogos por São Luís’, movimento para ouvir as pessoas sobre a cidade com o objetivo de montar um programa de governo que de fato contemplasse o povo da capital.

No caminho, muitas foram as dificuldades. Primeiro, o senador Roberto Rocha se lançou candidato. Depois, tentou filiar a deputada federal Eliziane Gama ao partido para ser a candidata à prefeita pelo PSB. Não conseguiu. Finalmente, lançou o nome do filho, vereador Roberto Rocha Junior, passando a negociar a vaga de vice-prefeito com Edivaldo Holanda Junior e Wellington do Curso.

Para arrematar, o filho, na qualidade de presidente da Comissão Provisória do PSB em São Luís, marcou a Convenção para a última hora do último dia, dificultando a mobilização dos filiados, prejudicando as coligações partidárias e a chapa de vereadores.

Tais ações representam uma postura repudiável, que reduz o PSB e nossa pré-candidatura a “moeda de troca” em favor de interesses particulares que nada tem a ver com as necessidades do povo.

Lutamos bravamente para oferecer a cidade de São Luís um caminho diferente. Fizemos tudo que era possível. Recorremos até a Justiça. Infelizmente, não conseguimos.

Por essa razão, somos obrigados a reconhecer que nossa candidatura sofreu um impedimento por parte da direção municipal do PSB sob o controle exclusivo do Senador Roberto Rocha.

Comete-se assim uma enorme injustiça, não contra mim, mas contra a população da nossa capital, causando-se um prejuízo ao PSB e ao processo democrático.

Para concluir, reafirmo o meu compromisso com a população de São Luís e de todo Maranhão. Continuarei honrando com a mesma coerência e luta de sempre cada um dos 38.829 votos que recebi na última eleição. Como deputado, seguirei firme por um ‘Maranhão de Todos Nós’, projeto vitorioso e liderado pelo governador Flávio Dino.

Com a bravura de quem não foge à luta e a ternura de quem aprendeu a sonhar

Bira do Pindaré

Deputado Estadual

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...