quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Polícia Federal apreende 120 quilos de cocaína em Imperatriz

A Polícia Federal apreendeu, na manhã desta quarta-feira (24) no posto da Polícia Rodoviária Federal, na BR-010, em Imperatriz, aproximadamente 120 Kg de cocaína. A carga é avaliada em mais de R$ 2,7 milhões, considerando-se que o valor do quilo da cocaína gira é de aproximadamente R$ 23 mil.

Até esta apreensão, a maior quantidade de droga apreendida pela instituição de segurança havia sido 34 Kg de maconha em um ônibus, também, na BR-010.

A delegada Juliana Ferraz, chefe da Delegacia da Polícia Federal e responsável pela operação que apreendeu a droga, disse que os 120 tabletes da substância entorpecente estavam escondidos no fundo falso de um caminhão carregado de madeira que fazia o trajeto de São Luís com destino ao Estado de Minas Gerais.

“A apreensão foi no Posto da Polícia Rodoviária Federal, na Lagoa Verde, mediante denúncia. A gente fez aqueles levantamentos preliminares e tivemos êxito em se localizar isso e utilizando cães farejadores porque estava num tipo de carga de 350 dormentes de madeira”, disse.

Com a localização da droga, o motorista do caminhão, que não teve a identidade informada, foi preso e autuado em flagrante. Ele vai responder a inquérito policial aberto para apurar sobre a origem e destinação da droga.

A grande quantidade e a qualidade de droga, se comparada com outras apreensões, surpreenderam a Polícia Federal.

“O último trabalho grande nosso foi em 2014 com 34 quilos de maconha e agora tivemos êxito de pegar os 120 quilos de cocaína e ela é praticamente pura e vale cerca de dois milhões de reais”, complementou a delegada acrescentando que as investigações sobre o caso vão continuar e a meta é descobrir quem mandou e quem receberia o carregamento.

Como a prisão do motorista foi em flagrante, o inquérito vai ser concluído e enviado à Justiça em um prazo de quinze dias, mas as investigações sobre o tráfico de drogas vão continuar. Desde o início do ano a PF já realizou várias ações, inclusive barreiras em pontos estratégicos.

“Recebemos, no início do ano, servidores novos, e como sabemos que aqui é via de fluxo de drogas estamos sempre fazendo treinamentos nesse sentido”  finalizou.


Com informações do JP online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...