sábado, 29 de outubro de 2016

Edivaldo tem 7% de vantagem sobre Braide, revela pesquisa Escutec

Pesquisa realizada pelo Instituto Escutec, de propriedade de Fernando Júnior, investigado no caso Máfia de Anajatuba,  mostra que o prefeito Edivaldo será reeleito com 7% de vantagem. A pesquisa, divulgada na noite de sexta-feira (28), foi encomendada pelo jornal O Estado do Maranhão. Essa é a última pesquisa divulgada pelo instituto antes do segundo turno da sucessão em São Luís.

Em um cenário estimulado, Edivaldo Júnior aparece com 49% das intenções de voto contra 42% de Eduardo Braide. Entre os entrevistados, 4% disseram que não votaria em nenhum dos candidatos e 5% não sabem ou não responderam.

Espontânea e votos válidos
O instituto também apresenta um cenário de pesquisa espontânea. Nesse cenário, aparece em primeiro Edivaldo Holanda Júnior com 47%. Eduardo Braide tem 41%.  Não votaria em ninguém somou 4% e não sabe ou não respondeu, 8%.

Comparando-se à pesquisa divulgada no fim de semana passado em que os dois candidatos apareciam empatados com 45% cada, Edivaldo Holanda Júnior cresceu quatro pontos e Eduardo Braide caiu cerca de 3%.

Dentro da margem de erro, a queda de Braide é considerada dentro do esperado já que a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

No votos válidos, Edivaldo Holanda tem 54% e Eduardo Braide 46%.

Definição
A Escutec também questionou os eleitores entrevistados sobre a definição do voto a ser dado neste domingo. Disseram já ter o voto definido 85% dos entrevistados. Outros 9% admitiram que ainda poderão mudar o voto até o dia da votação e 6% disseram não saber ou não responderam.

O levantamento também trouxe o cenário de rejeição dos dois candidatos. Aparece em primeiro o candidato Eduardo Braide com 41% de rejeição contra 36% de Edivaldo Holanda Júnior.

A opção nenhum dos candidatos foi a escolha de 9% dos pesquisados e 14% disseram não saber ou não responderam.

Foram ouvidos mais de mil eleitores

A pesquisa do Instituto Escutec foi encomendada pelo jornal O Estado e tem registro no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o protocolo MA 02907/2016. Foram ouvidos 1100 pessoas nos dias 26 a 28 de outubro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos e o grau de confiança é de 95%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...