quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Jornal de Sarney mente e ataca democratização da mídia

Saudoso dos milhões que enchiam os cofres dos veículos de comunicação da família Sarney, o jornal “O Estado do Maranhão” ataca toda e qualquer ação que vise democratizar a mídia.
A coluna ‘Estado Maior’ do jornal de Sarney, editada pelo jornalista Marcos D’Eça, condenado à prisão pela Justiça Federal, mentiu sobre o edital de chamada pública lançado pelo governo Flávio Dino para atacar apoio às rádios comunitárias.

O jornal de Sarney afirma que o governo vai investir R$ 10 milhões. Mentira!

O edital publicado hoje no Diário Oficial do Estado prevê investimento de R$ 798 mil para aquisição de equipamentos, que beneficiarão 70 emissoras comunitárias a serem selecionadas por critérios técnicos estabelecidos no edital.

“Como era de se esperar o império midiático de José Sarney já vocifera contra edital de chamada pública do governo para apoio às emissoras de rádios comunitárias no Maranhão”, disse o secretário de Comunicação, Márcio Jerry, por meio de suas redes sociais.

Para ele, as emissoras de rádios comunitárias são um avanço importante em nosso país no processo de democratização da comunicação. “O apoio do governo a estas emissoras é justo e necessário”, afirmou.

Saudoso dos milhões que enchiam os cofres dos veículos de comunicação da família Sarney, o jornal “O Estado do Maranhão” ataca toda e qualquer ação que vise democratizar a mídia.

O panfleto da oligarquia não esconde o interesse em manter o monopólio da comunicação do Sistema Mirante de Comunicação, detentor de dezenas de emissoras de rádio e televisão em todo o Estado. E para isso não poupa de ataques nem as entidades comunitárias, que, diariamente, dão voz e vez à população. Postura que contraria o interesse dos coronéis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...