sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Policial que espancou e atirou em homem em posto de combustíveis é desligado do CTA; veja vídeos e ouça relatos da vítima

Vídeos mostram Eduardo da Luz Soares, armado, dando soco e chutes em Anderson Pereira da Silva.
O Centro Tático Aéreo (CTA) decidiu desligar o policial militar que aparece em um vídeo agredindo um homem em uma loja de conveniência do Posto Itapiracó, localizado na Av. Joaquim Mochel, na região do Itapiracó, em São Luís. O caso aconteceu às 3h da madrugada de segunda-feira (24), como mostram imagens do circuito interno do local.
O soldado foi identificado como Eduardo da Luz Soares, que ingressou na PM em 2016. Nas imagens, o PM dá um soco na vítima, Anderson Pereira da Silva, que é servidor público, ainda dentro da loja de conveniência, às 3h03. O homem fica desacordado. O agressor ainda tenta levantá-lo, mas desiste. A atendente vai reanimá-lo. Ele se levanta cambaleando e volta a cair dentro da loja.

Na sequência, Anderson ensanguentado à altura do ombro e tórax aparece na parte externa em uma discussão com o PM. Ele leva uma rasteira de um amigo do PM, cai e é chutado e agredido a socos pelo policial.
Na terceira cena, por volta de 3h12, o policial, com uma lata de cerveja na mão, aciona a moto para sair do local, mas resolve sacar a pistola e se dirigir novamente ao funcionário público que conversava com outras pessoas atrás de um carro. Houve novamente uma discussão. Nesse momento, mesmo sem ficar visível no vídeo, o PM faz disparos nas pernas do homem. O terceiro homem que aparece no vídeo não foi identificado.

O policial Eduardo da Luz Soares é lutador de Jiu Jitsu e teria acabado de sair da disputa do Campeonato Norte e Nordeste, onde ganhara uma medalha, que aparece no seu pescoço.
Leia a nota divulgada nessa quinta-feira (27) pelo diretor do CTA, coronel Ismael de Sousa Fonseca:

O Centro Tático Aéreo do Maranhão - CTA, unidade diretamente subordinada ao Senhor Secretário de Segurança Pública do Estado, considerando o episódio ocorrido na madrugada do último dia 24, segunda- feira, nas dependências de uma loja de conveniências e de um posto de combustíveis no conjunto Itapiracó, nesta cidade, envolvendo o Soldado PM Eduardo da Luz Soares, lotado nesta unidade, fato esse que, ressalte-se, chegou ao conhecimento desta Direção apenas na noite de hoje, vem a público esclarecer que as agressões praticadas pelo mencionado policial contra Anderson Pereira da Silva, agressões essas que vêm sendo divulgadas nas redes sociais através de vídeos gravados pelas câmeras existentes no local, em nada coadunam com os princípios profissionais, éticos e humanos que norteiam as atividades dos integrantes do CTA-MA, bem como do Sistema de Segurança Pública do nosso Estado, ressaltando-se que a postura adotada e os atos praticados pelo servidor em questão são inadmissíves e injustificáveis, motivo pelo qual o Soldado PM Eduardo da Luz Soares já foi desligado do Centro Tático Aéreo-MA e será apresentado ao Comando Geral da Polícia Militar para a adoção dos procedimentos penais e administrativos cabíveis.
Sempre buscando a excelência na prestação dos serviços à sociedade maranhense, a Direção deste Centro se coloca a disposição para quaisquer esclarecimentos que ainda se fizerem necessários.

São Luís-Ma, 27 de setembro de 2018.
ISMAEL DE SOUSA FONSECA - DIRETOR DO CTA/MA


Um comentário:

  1. Esse soldado já que não tem estabilidade,É um grande momento de ser excluído da briosa
    Se não mais tarde vai causar outra atrocidade a corporação..

    ResponderExcluir

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...