terça-feira, 3 de abril de 2018

Assassino de professor volta a ser preso por suspeita de integrar quadrilha de ladrões de carros e motos


A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de veículos (DRFV), deu cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor de Sávio Gomes Fonseca, suspeito de crime de roubo qualificado, corrupção de menores e porte ilegal de arma de fogo.

A ação policial é uma sequência do trabalho de repressão a quadrilhas envolvidas em roubos, furtos e adulteração de veículos automotores na cidade de São Luís e região metropolitana.

Sávio foi identificado por vítimas como autor de roubos a motos no bairro Cohab, e já havia sido preso anteriormente pela SHPP, no último dia 22 de março, por envolvimento no latrocínio de André Arouche Fontoura, analista do Ministério Público, ocorrido no mês de dezembro do ano passado.


"Ele foi preso no residencial Vitória, na Forquilha, em uma a operação realizada unicamente para prender ele", declarou o delegado Lúcio Reis, da SHPP, logo após a prisão do assassino, em março.

De acordo com o delegado Felipe César, Sávio Gomes Fonseca possui três passagens na polícia por homicídios e uma por tráfico. Ele estava preso e cometeu o crime contra André um mês após a liberdade. Foi Sávio quem efetuou o disparo em André, segundo o delegado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...