sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Assaltantes de alta periculosidade morrem em confronto com policiais em Balsas


No último fim de semana, André Dourado matou Fagner Melo Silva, a mando de um traficante de Araguaína que reside em Balsas, próximo ao Clube Mangabeira.
Um dos parceiros de André Dourado, Weverton Silva dos Santos, 19 anos também morreu no confronto.
Dois bandidos de alta periculosidade tombaram em confronto com policiais militares da cidade de Balsas, na madrugada de quinta-feira (2). Um deles, o mais temido na cidade, foi identificado como André Luís Dourado Damasceno, conhecido como “Zé Leão”, especialista em invadir residências.

André, além de roubar com violência, tinha o hábito de dar coronhada em suas vítimas. A sua quadrilha invadiu cerca de 20 residências na cidade de Balsas, além da casa paroquial, casa de advogado e a TV Açucena.

No último fim de semana, André Dourado matou Fagner Melo Silva, a mando de um traficante de Araguaína que reside em Balsas, próximo ao Clube Mangabeira. Em um único dia, o criminoso cometeu duas tentativas de homicídio, atirando em Rauny e Wagner.

Um dos parceiros de André Dourado, Weverton Silva dos Santos, 19 anos também morreu no confronto. Ele foi um dos que invadiu a TV Açucena, juntamente com Pedro Henrique, onde repórteres e cinegrafistas se trancaram na emissora, enquanto eles quebravam vidros dos carros e roubavam tudo que tinha.

No local, a PM encontrou uma motocicleta Honda Biz, cor vermelha, roubada no último fim de semana; uma Honda Pop, branca, sem placa, usada para prática de assaltos; um pano de joias roubado de uma mulher, avaliado em cerca de 6 mil reais; dois revólveres calibre 38, e maconha prensada.

André Dourado e Yuri deram apoio e levaram os suspeitos de assassinar o soldado Rafael do Corpo de Bombeiros. Foi preso no local, tentando fugir, Velton Pereira da Silva.

Com informações do Diário de Balsas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...