Banner Prefeitura Aedes

Banner Prefeitura Aedes

Elite

Elite

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Homem que matou sogra a golpe de facão é condenado a 13 anos de prisão


A pena deverá ser cumprida no Complexo Penitenciário de Pinheiro.
Juvêncio Araujo vai cumprir a pena de 13 anos na Penitenciária de Pinheiro
Uma sessão do Tribunal do Júri, realizada na última terça-feira, 15, condenou Juvêncio Araújo, conhecido como Jairzinho, a 13 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado, pelo crime de homicídio. A pena deverá ser cumprida no Complexo Penitenciário de Pinheiro.

O crime ocorreu em 13 de outubro de 2006, no Povoado Castelo, na cidade de Alcântara. Juvêncio Araújo matou Maria Lúcia Pereira Cruz, mãe de sua companheira, com um golpe de facão.

Os desentendimentos tiveram início quando o lavrador Jairzinho ficou enciumado porque sua companheira, Lucivan Pereira Cruz, levou os filhos do casal à sede do Município de Alcântara para tratamento dentário.

No momento do crime, a vítima e sua filha estavam em frente a casa do condenado, tentando pedir ajuda à mãe dele, que estava descontrolado e armado de um facão.

Atuou no júri a promotora de justiça Alessandra Darub Alves. A sentença foi proferida pelo juiz Rodrigo Otávio Terças Santos. A Denúncia do Ministério Público foi proposta em 8 novembro de 2011, pela promotora de justiça Bianka Sekeff Sallem Rocha.

Após lutar contra o câncer, morre a modelo e influenciadora digital maranhense Nara Almeida

Aos 24 anos, ela tornou pública a realidade de quem enfrenta a doença
A blogueira, modelo e influenciadora digital Nara Almeida, que tornou pública sua luta contra um câncer no estômago descoberto em 2017, morreu na madrugada desta segunda-feira, 21, no Hospital Nove de Julho, em São Paulo, aos 24 anos. Com mais de três milhões de seguidores no Instagram, a influenciadora sempre afirmava que ganhava forças por conta do carinho de fãs e amigos que a acompanhavam.
Sem postar desde o último dia 4 de maio, Nara afirmou em um dos seus últimos posts que o câncer havia se espalhado para outros órgãos, como fígado e pâncreas, e iria tentar um tratamento experimental bancado pelo jogador de futebol Alexandre Pato. Nas redes sociais, seu namorado, Pedro Rocha, pediu orações aos fãs nas últimas semanas.

Pedro confirmou a morte de Nara no Instagram. “Infelizmente a Nara faleceu na noite passada, depois de tanta luta minha vontade era tê-la pra sempre, mas ela merecia descansar”, escreveu. “Sua morte deixa um vazio enorme no meu coração, mas ela vai viver pra sempre dentro de mim, será sempre minha inspiração, me fazendo enxergar o mundo de uma maneira melhor. Tenho certeza que ela vai continuar transmitindo sua força pra muita gente, porque esse era o objetivo dela. Descanse em paz meu amor”, continuou no post.
Nara Almeida nasceu na cidade de João Lisboa, no Maranhão, em 1993. Até os 9 anos de idade, ela foi criada pelos avós, pois a mãe partira para tentar a sorte em outra cidade. Em seguida, ela morou com uma tia na cidade de Colinas. Até 2015, a modelo morou na cidade de Imperatriz. Em 2016, morou em Goiânia, sendo que, no ano seguinte, partiu para São Paulo, onde passou a trabalhar com moda.
Confira algumas mensagens de Nara Almeida, no Instagram, ao longo da batalha contra o câncer:

Com o tempo a gente aprende que tudo isso que achamos importante como status, roupas, festas, dinheiro... é passageiro e passamos a enxergar o quanto nossa saúde é valiosa, nossa família, amigos, momentos... só quem tem, só quem já lutou, só quem já perdeu, ou tem parentes com o câncer sabe o sofrimento e a luta de cada dia pra nós, cada batalha vencida é uma grande lição.

A gente quando é jovem pensa que nunca vai acontecer nada de ruim, vivemos como se não houvesse o amanhã, mas de uma hora pra outra isso tudo pode mudar! Valorizem a família, os amigos, e principalmente sua saúde.

Aproveitem e sejam gratos pelo agora! Mesmo passando por momentos de dores e angústias, eu continuo sendo grata pela minha vida, continuo crendo que tudo vai ficar bem no final, continuo acreditando que vou realizar todos os meus sonhos. Amém!!
.....................
Tenho andando tão cansada ultimamente. Não sei mais como agir, não sei mais como falar com Deus pra que tudo isso passe! Pra quem tá fora é fácil falar “ah confia em Deus ou Deus vai te curar e etc” eu sei que se existe um Deus por pior que seja isso que estou passando ele n esqueceu de mim, mas tem dias que eu fico me perguntando, será se ele tá vendo, será se tá escutando?

Desde de agosto não tem um dia sequer que eu não vomite, tive experiências horríveis e traumáticas que levarei pro resto da minha vida! Hoje foi um dia daqueles que quase pedi pra Deus me tirar logo dessa situação e me levasse pra um lugar melhor. Já tô cansada de dar trabalho pro outros, cansada de ser um fardo, cansada de ver meu namorado e minha mãe deixando de viver a vida deles pra viverem a minha. Eu mal aproveitei minha casa e já estou no hospital de novo, essa rotina destrói qualquer pessoa.

Acho que o que me mantém de pé são o carinho e cuidado q minha mãe que abandonou tudo pra vim cuidar de mim e pelo meu namorado que largou festas, amigos, bebedeira.. tudo pra me apoiar. Nesse momento eu luto por eles e não por mim, pq sinceramente eu já estou cansada, só eu e Deus sabemos o que já passei, quantos traumas, quantas noites em claro chorando de dor, só eu e ele sabemos! Eu quero que acabe logo Deus, você entende meu coração, me ajuda, me dar ânimo e forças pra continuar eu te imploro.
.................
E nos dias difíceis eu tenho você pra chorar comigo, pra me acalmar... como eu queria que fosse diferente mãe, mas o importante é que estamos juntinhas, não sei o que seria de mim se você não tivesse aparecido. Obrigada por pedir pela minha vida quando eu não tenho forças! Vamos valorizar nossas mãezinhas pq nos momentos assim são elas que sempre vão segurar nossas mãos. Vivi a vida inteira longe da minha e hoje tenho a oportunidade de está perto e não me vejo um dia vivendo longe dela. Na saúde e na doença sempre estarei ao seu lado mesmo que seja em silêncio. Love you.

Flagrante da noite: vazamento de água abre buraco no asfalto e atrapalha o tráfego na Avenida Kennedy, na Vila Passos

No início da noite deste domingo (20), a reportagem do blog do Gilberto Lima fez o registro de um vazamento de água na Avenida Kennedy/Guaxenduba, nas proximidades da entrada da Vila Passos.
Moradores colocaram um caixote de madeira para chamar a atenção de motorista para o perigo. Sem uma sinalização mais consistente, podem ocorrer acidentes no local.

Com certeza, o trânsito estará engarrafado ao longo da avenida. Pode haver travamento do tráfego no cruzamento com a Av. Vitorino Freire.

O vídeo já foi encaminhado para o diretor-presidente da Caema, Carlos Rogério.

domingo, 20 de maio de 2018

Com exclusividade, reportagem do blog fala do Costa Rodrigues, onde estão os africanos resgatados em Ribamar; PF fala sobre o caso nesta segunda-feira

Os 25 africanos e dois brasileiros passaram 35 dias à deriva e chegaram a beber água do mar. Eles estão alojados nas dependências do Ginásio Costa Rodrigues, no centro de São Luís
A reportagem do blog esteve, no fim da tarde deste domingo (20), nas dependências do Ginásio Costa Rodrigues, em São Luís, onde estão alojados os 25 africanos resgatados em São José de Ribamar, na noite de sábado (19). Ao vivo, no facebook, Jorge Serejo, da Sedihpop, detalha o trabalho de assistência que vem sendo feito pelo governo.

No local, uma equipe da Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação (Sedihpop) está fazendo o cadastro de todos eles, além de possibilitar o contato com parentes em São Paulo e Rio de Janeiro. Apenas um deles, que perdeu o celular em alto-mar, não sabe o contato dos familiares no Brasil.
Algumas pessoas têm se dirigido ao Ginásio para fazer doação de roupas, mas a coordenação dos trabalhos informa que eles conseguiram salvar todas as bagagens. O governo está fornecendo alimentação para todos eles.

O grupo passou 35 dias à deriva em alto-mar e, nos últimos dias, estavam matando a sede com água do mar. Nos últimos três dias, ficaram sem alimentação, comendo apenas biscoitos. Por conta do sal, um deles estava com pressão acima de 20, mas voltou a se estabilizar após atendimento na UPA do Araçagi, para onde foram levados no início da madrugada.
Os dois brasileiros que comandavam o transporte dos africanos foram autuados e estão presos na carceragem da PF, em São Luís. A suspeita é de que os africanos seriam usados em atividades análogas à escravidão  em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Nesta segunda-feira, o delegado André Luís, da Polícia Federal, concederá entrevista para falar sobre o caso. Em nota, a PF diz que avalia a situação jurídica dos mesmos no país e a partir de amanhã, segunda-feira (21), iniciará os procedimentos de controle migratório.

Confira a íntegra da nota da PF.
A Superintendência de Polícia Federal no Maranhão informa que desde ontem (19) vem realizando esforços conjuntos com o Governo do Estado do Maranhão e a Marinha do Brasil, para receber um grupo de 27 pessoas (25 estrangeiros e 2 brasileiros) resgatadas por um barco pesqueiro na costa do estado.

Preliminarmente apurou-se que os estrangeiros são oriundos da África, possivelmente de cinco nacionalidades (Senegal, Nigéria, Guiné, Serra Leoa e Cabo Verde), e desembarcaram no Cais do município de São José de Ribamar na madrugada de domingo (20), onde receberam alimentação, assistências médica, psicológica e social.

A Polícia Federal prendeu em flagrante os dois brasileiros que acompanhavam o grupo e instaurou inquérito policial para apurar possível prática de tráfico internacional de pessoas contra os estrangeiros resgatados.

A PF também avalia a situação jurídica dos mesmos no país e à partir de amanhã, segunda-feira (21), iniciará os procedimentos de controle migratório.

Entrevista/coletiva a partir das 10 horas desta segunda feira com o DPF Luís André, Chefe da Delegacia de Imigração, na sede da PF, na Cohama.

Carros-pipas continuam auxiliando no abastecimento de água; Italuís funciona normalmente e nova adutora entrará em operação até terça-feira (22)

Os carros-pipas de uma empresa prestadora de serviços à Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) continuam auxiliando no abastecimento de água em áreas abastecidas pelo Sistema Italuís, que voltou a funcionar normalmente ontem à tarde, após os trabalhos de interligação da nova adutora, no trecho do Campo de Periz.

No momento, o bombeamento de água tratada está sendo feito pela adutora antiga, que também permanecerá interligada. Para evitar rompimentos, o sistema opera com apenas 70% de sua capacidade de bombeamento, com apenas duas bombas.
O trecho novo da adutora entrará em operação até a próxima terça-feira (22), quando entrará em operação a terceira bomba, após ajustes finais na nova subestação de energia elétrica na captação de água bruta, às margens do rio Itapecuru. Com isso, haverá um aumento de 30% no volume de água bombeado para São Luís, sendo possível diminuir o tempo de intermitência nas áreas abastecidas pelo Italuís.

Os carros-pipas ficarão à disposição das áreas com problemas de abastecimento até que tudo esteja normalizado. A solicitação pode ser feita pelo 0800 70 10 195.

Africanos resgatados em São José de Ribamar seriam usados em trabalho escravo em SP e RJ, suspeita PF; governo divulga nota


A Polícia Federal trabalha com a hipótese de que os 25 africanos que estavam em um catamarã resgatado por um barco pesqueiro em alto mar próximo à cidade de Camocim no Ceará e conduzido para o porto de São José de Ribamar, seriam vítimas de tráfico humano realizado por dois cariocas, que também estavam na embarcação que saiu do continente africano com destino ao sudeste do País.

Segundo suspeita a PF, eles seriam utilizados em trabalho escravo em São Paulo e no Rio de Janeiro. Mas uma tempestade danificou o catamarã e o grupo ficou à deriva em alto mar.

Na versão da dupla brasileira, eles foram buscar um catamarã em Cabo Verde e quando retornavam ao Brasil, encontraram e acolheram os africanos que estavam entregues à própria sorte depois que uma tormenta praticamente destruiu o barco com que pretendiam aportar na costa brasileira.
Africanos recebem os primeiros atendimentos ainda no porto de Ribamar, antes de serem encaminhados para fazer uma avaliação médica em um hospital de São Luís
Os dois cariocas foram conduzidos para sede da PF e os africanos, em sua maioria da Nigéria, Senegal e Guiné receberam documentações provisórias e foram fazer uma avaliação médica em um hospital de São Luís, antes de serem encaminhados para o ginásio Costa Rodrigues, providenciado como abrigo pela secretaria de Direitos Humanos do governo do Estado.

De acordo com os primeiros atendimentos que receberam ainda no porto de São José de Ribamar, o estado de saúde dos “refugiados” foi considerado boa, e apenas um deles apresentava um machucado na cabeça.

O comandante da embarcação que resgatou os “refugiados”, Moisés dos Santos, disse que um deles afirmou que estavam cinco dias sem comer e que, antes de acabar o estoque de comida, se alimentavam com dois biscoitos por dia.

Sem confirmar a suspeita da polícia, os africanos que falam português disseram apenas que possuíam parentes no Brasil e esperavam encontrá-los para iniciar uma nova vida no País.

O delegado da PF, Roberto Chaves, disse que eles pagaram em ouro e entre 700 euros e 800 dólares pela viagem.

O governo do Estado divulgou nota sobre o trabalho de resgate do grupo. Confira.

O Governo do Estado informa que montou uma operação conjunta com a Polícia Federal e Marinha do Brasil, com apoio da Prefeitura de São José de Ribamar, para receber um grupo formado, em sua maioria, por estrangeiros, resgatados por barco pesqueiro em alto-mar.

No grupo de 27 pessoas, há 2 brasileiros. O restante é composto por estrangeiros de origens distintas. Até o momento, foram identificadas cinco nacionalidades: Senegal, Nigéria, Guiné, Serra Leoa e Cabo Verde. Eles desembarcaram no Cais do município de São José de Ribamar na noite deste sábado (19).

As primeiras providências foram tomadas ainda no Cais de São José de Ribamar, onde foram realizados os primeiros atendimentos médicos e servidas refeições. A equipe multidisciplinar do Centro Estadual de Apoio às Vítimas (Ceav) também esteve prestando apoio psicológico.

A Polícia Federal está averiguando possíveis ocorrências de crimes praticados contra o grupo, relacionados à sua vinda ao Brasil. A PF também avalia a situação jurídica dos mesmos no país.

Os 25 estrangeiros e 2 brasileiros resgatados pela Marinha foram atendidos na Unidade de Pronto Atendimento do Araçagi, na madrugada deste domingo (20), apresentando quadro de desidratação.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) comunica que, após medicados e avaliados pela equipe multiprofissional da unidade, foram liberados e encaminhados para o Ginásio Costa Rodrigues, onde seguem assistidos pela Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), em caráter temporário, até que os procedimentos realizados pela Polícia Federal sejam finalizados.

Por fim, a SES informa que uma equipe do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) realizará o acompanhamento dessas pessoas.

Com informações do Blog do Garrone

Polícia apreende 6 toneladas de maconha avaliadas em R$ 10 milhões

A operação contou com a participação de 20 policiais civis, 12 policiais militares e outros cinco integrantes do Centro Tático Aéreo (CTA)
Uma megaoperação conjunta entre as polícias Civil e Militar do Estado do Maranhão, realizada no povoado Faísa, Zona Rural de Santa Luzia (MA), resultou na apreensão, na manhã de sábado (19), de 6 toneladas de maconha. De acordo com a polícia, a droga, avaliada em aproximadamente R$ 10 milhões,  estava apta para a comercialização.

Os policiais localizaram várias roças da droga. Foram cortados, arrancados e incinerados mais de 3 mil pés de maconha.

A operação contou com a participação de 20 policiais civis, 12 policiais militares e outros cinco integrantes do Centro Tático Aéreo (CTA). As ações são resultantes de uma operação anterior, realizada no mesmo local, e que já havia retirado, no dia 9 deste mês, quase duas toneladas de maconha.
Na primeira fase da operação, que ocorreu no último dia 9 e que durou cerca 30h, foram retiradas de circulação quase duas toneladas da droga. Até o momento, as apreensões de drogas chegam a 8 toneladas de maconhas. Foram destruídas dezenas de roças e apreensão de grande quantidade de insumos e sementes,  apetrechos, ferramentas e utensílios de "trabalho" e armadilhas com armas de fogo.

A polícia informou ainda que outras fases da operação poderão ser deflagradas nos próximos dias. Até o momento, a Polícia Civil não informou para onde o produto foi levado.

sábado, 19 de maio de 2018

Bandidos se passam por pedreiros, raspam casa e roubam carro da família de ex-prefeito de São José de Ribamar; assista aos vídeos

O assalto cinematográfico aconteceu na manhã deste sábado (19) bairro do Parque Atenas, em São Luís. Um veículo e objetos foram levados da casa da família do ex-prefeito de Ribamar, Dr. Julinho.
O relógio marcava 6h09 quando três assaltantes caracterizados de pedreiros perambulavam em busca de uma vítima na Rua M, no Parque Atenas em São Luís.

Empurrando um carrinho de mão, com chapéu de palha, segurando uma pá e outros equipamentos usados por trabalhadores do ramo, os bandidos abordaram uma mulher que acabava de sair de um veículo.
Os três assaltantes usavam chapéu de palha, empurravam um carrinho de mão e seguravam uma pá e outros equipamentos, passando-se por pedreiros.
Ao perceberem que uma senhora testemunhava a cena, os assaltantes correram em direção à vítima que ainda tentou fugir. O trio, então, pegou as duas mulheres e arrastaram para dentro de uma casa que ficava em frente ao local da abordagem.

A residência é pertencente à família do ex-prefeito de São José de Ribamar, Júlio César de Sousa Matos, o Dr. Julinho.
Os bandidos passaram apenas cinco minutos dentro da casa e fizeram um verdadeiro raspa, levando diversos objetos, sobretudo, equipamentos eletrônicos. Eles roubaram, ainda, um veiculo Renault Sandero de cor branca, placa PSS-0675.

A polícia continua trabalhando para identificar e prender os envolvidos nesse assalto.

Com informações do blog do Domingos Costa

Motociclista morre e quatro pessoas ficam feridas em acidente grave na Avenida Mário Andreazza, em São Luís


Um acidente envolvendo um carro de passeio e uma motocicleta na tarde deste sábado (19), na Avenida Mário Andreazza, em São Luís, resultou na morte de um motociclista. A motorista do carro e três crianças ficaram feridas.

De acordo com informações que circulam em grupos de whatsapp, o condutor da motocicleta foi identificado como Marcelo das Neves Ribeiro, de 27 anos. A moto que ele pilotava pertenceria a um amigo.

Ele seguia, em alta velocidade, no sentido Avenida São Luís Rei de França/Av. Daniel de La Touche. Nas proximidades do condomínio Praia das Fontes, ocorreu a colisão com o veículo Fiat Pálio, placa NWW-5225, que seguia em sentindo contrário e fazia a conversão para entrar na rua de acesso ao Condomínio Cidade de Londres Residence.
A motorista do carro foi identificada apenas como Simone. Ela estava levando três crianças a uma festa de aniversário que era realizada em um condomínio localizado a poucos metros do local do acidente.

“Ela não teve tempo de evitar o acidente. A moto estava a cerca de 120 km/h e bateu em cheio na lateral do veículo, no momento em que ela entrava na rua do condomínio onde estava ocorrendo um aniversário. Com o impacto, o carro tombou lateralmente e tivemos que quebrar os vidros para resgatar a senhora, que ficou presa ao cinto de segurança, e as três crianças. O nosso temor era que o veículo pegasse fogo. Ela e as crianças tiveram ferimentos e foram levados a um hospital pelo Samu”, disse um dos homens que participou do resgate das vítimas.

Ele acrescentou que o veículo quase fica partido ao meio por conta do impacto provocado pela motocicleta. O corpo de Marcelo Ribeiro ficou sobre o veículo.

Imagens de câmeras de segurança de condomínio teriam sido repassadas à polícia. Elas mostram que o motociclista desenvolvia velocidade excessiva para a via, segundo informações passadas ao blog.


sexta-feira, 18 de maio de 2018

Polícia desarticula quadrilha de assaltantes e recupera veículo roubado


Policiais civis e militares desarticularam uma quadrilha de assaltantes que vinha agindo no Maiobão e em áreas adjacentes, em Paço do Lumiar. Os presos foram identificados como Paulo Sérgio Soares Costa, 23 anos, residente no bairro Turiúba; Lourenço Bastos Dutra, 23 anos, residente no bairro  Moropoia; e o menor de iniciais K. I. O. M, 17 anos, residente no Residencial Pitangueiras.

O trio vinha praticando assaltos em série desde o último dia 9 de maio, após tomarem de assalto o veículo GM Celta, de cor preta e placa NNF-3644, na região da Cidade Operária.

No sexta-feira (11), no bairro Novo Horizonte, eles invadiram uma residência e roubaram televisão, aparelho de som e aparelhos de telefone celular,  e ainda agrediram as vítimas.

Na segunda-feira (14), também no bairro Novo Horizonte, fizeram pelo menos duas vítimas onde subtraíram aparelhos de telefone celular e uma bolsa contendo diversos documentos.

Na terça-feira (15), fizeram pelo menos três vítimas nos bairros Vila Kiola, Sítio Natureza e Paranã, subtraindo aparelhos de telefone dinheiro e documentos, Além de inúmeros outros assaltos que não foram oficialmente registrados na delegacia, ocasião em que uma das vítimas foi baleada na região da perna.

Diante dessa ação criminosa continuada, articulou-se uma operação conjunta com troca de informações e colaboração entre o serviço de inteligência do 6º Batalhão, serviço de inteligência do 13º batalhão, grupo de serviço avançado da DIAE, Comando do 22° BPM, através do Tenente Coronel Renato, CPAM 2, através do Coronel Aritanã, e Polícia Civil através do SAISP - Seccional Leste.

Na quinta-feira (17) foi feito o reconhecimento fotográfico do conduzido Paulo Sérgio Soares Costa, sendo identificado sua localização no bairro monte Alegre em São José de Ribamar, onde recebeu voz de prisão por volta de 15h30. Após confessar sua participação na ação delituosa, declinou o nome de todos os envolvidos, bem como a provável localização do veículo Celta.

Parte das guarnições se deslocou para o Residencial Pitangueiras, onde apreenderam o menor K.I.O.M. Em seguida, o veículo GM Celta foi interceptado nas proximidades da Praça Verde, na Estrada de Ribamar, sendo preso Lourenço Bastos Dutra.

Foram apreendidos o veículo GM Celta, 2 aparelhos de telefone da marca Samsung e R$ 69,00.

Apresentados no plantão da Delegacia do Maiobão, os presos foram reconhecidos por algumas vítimas com as quais foi possível manter contato, sendo autuados em flagrante por associação criminosa e roubo qualificado pelo concurso de pessoas e de arma de fogo.

Mãe suspeita de matar o filho por asfixia é presa em Santa Inês

Em depoimento, Maria de Fátima Mesquita alegou que praticou o crime porque ouvia vozes que ordenavam que ela matasse o seu filho.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Pio XII e Delegacia Regional de Santa Inês, prendeu nesta sexta-feira (18), em flagrante delito, uma mulher identificada como Maria de Fátima Mesquita do Nascimento, pela prática de crime de homicídio qualificado contra o próprio filho de 1 ano e 6 meses de idade. O crime aconteceu na cidade de Santa Inês, interior do Maranhão.

De acordo com informações da polícia, as investigações foram iniciadas após a entrada da criança já sem vida no hospital municipal de Pio XII. Os policiais realizaram diligências investigativas no local do crime que indicava como autora a própria mãe da vítima.

A criança apresentava hematomas em linha no pescoço indicando uma possível morte por enforcamento

Durante as diligências Maria de Fátima Mesquita apresentou versões conflitantes dos fatos, em desconformidade com a dinâmica apresentada no local do crime.

Na manhã desta sexta, após a conclusão do laudo de exame cadavérico pelo Instituto Médico Legal em São Luís, foi confirmada a morte por asfixia decorrente de constrição cervical.

Em depoimento, Maria de Fátima Mesquita alegou que praticou o crime porque ouvia vozes que ordenavam que ela matasse o seu filho.

A suspeita está custodiada provisoriamente na Delegacia Regional de Santa Inês, à disposição da justiça, até a liberação de vaga no sistema prisional.

Caema conclui interligação da nova adutora do Italuís e abastecimento de água será reiniciado na tarde de sábado (19)

Detalhe da colocação da 'peça Y' no ponto de interligação
da adutora, em Periz de Baixo

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) concluiu os trabalhos de interligação do novo trecho da adutora do Sistema Italuís, no Campo de Periz, e o abastecimento de água será reiniciado ao meio-dia de sábado (19).

A garantia foi dada pelo diretor-presidente da Caema, Carlos Rogério, em entrevista ao programa ‘Comando da Manhã’, na Rádio Timbira AM 1290 khz, nesta sexta-feira (18).
Com aparelho de ultrassom, trabalhadores verificam a qualidade da soldagem no ponto de interligação
“Os trabalhos estão seguindo dentro do cronograma traçado e o abastecimento será reiniciado na tarde deste sábado, primeiramente pelas partes mais baixas. Mesmo assim, vamos manter o abastecimento prioritário por meio de carro-pipa até segunda-feira”, disse Carlos Rogério.

Ele explicou que a ‘peça Y’, utilizada para interligar a adutora nova foi implantada com sucesso, em uma caixa ou bloco de concreto. Em seguida, ela foi inteiramente concretada, ou sepultada. O concreto está em processo de cura e o novo trecho da adutora deverá entrar em operação somente a partir de 8h de segunda-feira (21).
Detalhe do início da concretagem da 'peça Y'
“Vamos retomar o bombeamento de água tratada ainda pela adutora antiga. Após a chegada da água nas câmaras de transição, no Tirirical, vamos reiniciar o abastecimento para algumas áreas da cidade. A previsão é de que o mesmo seja normalizado em 24 horas após o reinício do bombeamento. A nova adutora vai entrar em operação por volta de 8h da manhã de segunda-feira, já com 100% da capacidade de bombeamento do Sistema Italuís, com as três bombas de água tratada em operação”, disse o diretor-presidente.

Carlos Rogério acrescentou que, a partir do momento em que entrar em funcionamento, a adutora nova ficará em operação permanentemente. No entanto, a adutora antiga permanecerá interligada e entrará em operação quando houver alguma necessidade de manutenção no trecho novo.
Detalhe da concretagem do local de implantação da 'peça Y'
Com a entrada em operação do novo trecho da adutora, haverá um incremento de 30% no volume de água bombeado para São Luís, o que ajudará a diminuir o tempo de intermitência no abastecimento. Por exemplo, áreas que ficam 24h sem água, terão esse tempo reduzido para 18h ou 20h. Outra vantagem do novo trecho da adutora é a confiabilidade sistêmica, com o fim dos rompimentos no trecho do Campo de Periz.

Carlos Rogério informa, ainda, que já foram concluídos os trabalhos de implantação da nova subestação de energia elétrica na captação de água bruta, às margens do Rio Itapecuru.
Finalização da concretagem
Obra do reforço de vazão

Para tentar acabar com a precariedade e intermitência no abastecimento de água em áreas atendidas pelo Sistema Italuís, a Caema já tem projetada a construção de uma obra de reforço de vazão à margem da BR-135, em São Luís. 

Será uma espécie de grande reservatório que irá receber toda a água bombeada do Italuís. Em seguida, ocorrerá o rebombeamento, com um volume maior, para as câmaras de transição, no Tirirical. A obra, orçada em R$ 100 milhões, está em vias de ser licitada. Se for iniciada em 2019, poderá ser entregue no início de 2020.

As notas divulgadas pela Caema nesta sexta-feira

Concretagem da “peça Y”

A Companhia de Saneamento Ambiental (Caema) informa, por meio do Boletim das 12h, que os trabalhos no Italuís continuam dentro do cronograma e estão na seguinte fase:

– A concretagem, etapa para dar mais segurança operacional ao sistema, foi concluída por volta da meia-noite de quinta-feira (17);

– Foram usados dez caminhões betoneiras para a realização dessa fase;

– O tempo de cura do concreto é de 24 horas; após este período terá início o enchimento da adutora;

– O fim dos trabalhos de interligação continua previsto para o início da tarde sábado;

– A Caema vai manter a circulação de caminhões-pipa até a próxima segunda-feira (21) para fazer o abastecimento prioritário.

Conclusão dos trabalhos

A Companhia de Saneamento Ambiental (Caema) informa que o os trabalhos no Italuís continuam dentro do cronograma e estão na seguinte fase:

– Foi concluída a implantação de nova subestação elétrica da captação de água bruta;

– A concretagem está em processo de cura; após este período terá início o retorno da operação do sistema;

– A Caema vai manter a circulação de caminhões-pipa até a próxima segunda-feira (21) para fazer o abastecimento prioritário.

Sarneyzistas silenciam sobre prisão do ex-secretário do Gabinete Militar de Roseana


Assim como na primeira operação que prendeu membros de comando do governo Roseana acusados por desvio de dinheiro para compra de cestas básicas para municípios atingidos pela seca, a prisão de Carlos Roberto Lima (Coronel Betão), ex-secretário do Gabinete Militar do governo passado, silenciou o grupo Sarney.

O escândalo foi descoberto no bojo da Operação Torrentes – denominada Círculo de Fogo –, que apura desvio de recursos públicos federais e corrupção envolvendo oficiais da Polícia e Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão nos anos de 2013 e 2014.

Segundo a Polícia Federal, um lobista fez a ligação entre um grupo econômico de Pernambuco e o governo maranhense, para a assinatura de contratos de R$ 10 milhões referentes à seca que castigou o estado entre 2013 e 2014.

As empresas de Pernambuco deveriam fornecer cestas básicas e filtros de água para as vítimas de estiagem. A PF apurou, no entanto, que os produtos foram superfaturados e muitas vezes sequer chegaram a seu destino.

Em vez de serem empregados para ajudar o povo que sofria com a seca, os recursos públicos eram pagos à empresa e logo depois valores eram depositados na conta de integrantes da alta cúpula do Sistema de Segurança do governo Roseana.

Apesar de verem presos Coronel Betão – espécie de faz tudo da oligarquia – e o coronel João Vanderley Costa Pereira, então comandante do CBMMA, o grupo Sarney não deu uma palavra sobre o ocorrido. Nem em seus jornais e nem por meio dos seus asseclas.

E mais um esquema de corrupção no seio do regime oligárquico é desmascarado.

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...