quarta-feira, 21 de novembro de 2018

PF investiga vídeos com ameaças de morte a Bolsonaro; assista


Material que circula na internet mostra homens armados dizendo que vão atacar
Dois vídeos que circulam nas redes sociais mostram homens armados ameaçando matar o presidente eleito, Jair Bolsonaro. O material levou o setor de inteligência da Polícia Federal a investigar o caso e tentar localizar os suspeitos.

Em um dos vídeos investigados pela PF, o suspeito exibe uma submetralhadora em direção a uma rua escura e, sem mostrar o rosto, faz ameaças. No outro, um homem que aparece de "cara limpa" segura duas pistolas e diz: “Bolsonaro, tu vai entrar na bala”.
O vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente eleito, usou suas redes sociais para cobrar atenção à ameaça (veja abaixo). “Subestimar este tipo de ameaça diária contra todo brasileiro e tratá-los como vítimas é combustível do caos em nosso país. Bandido no Brasil deita e rola em cima de nossas leis e da Justiça! Se Deus quiser, isso acabará em breve!”, escreveu o vereador.

O futuro ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, já havia afirmado ter sido informado sobre um suposto plano de ataque terrorista a Bolsonaro, sem fornecer detalhes do caso. O assunto, segundo ele, foi tema de reuniões na PF e na Agência Brasileira de Inteligência (Abin).
De acordo com informações de O Globo, para os agentes da PF, tudo indica que são bandidos de alguma facção criminosa. Eles tentam descobrir se as declarações fazem parte de um plano de ataque ou se seriam meras bravatas de criminosos em busca de fama.

Imagens da noite: PMs do Pará podem estar envolvidos no assassinato do prefeito de Davinópolis


Dois dos envolvidos no assassinato do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Barbosa, seriam PMs do Estado do Pará. As fotos dos dois suspeitos vazaram em um grupo de whatsapp no fim da noite de terça-feira (20).

“Policiais envolvidos na morte do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva Barbosa.  Policiais do Estado do Pará já tiverem prisão preventiva decretada”, diz o texto divulgado com as fotos. A fonte é administradora do grupo e tem bom trânsito nos meios policiais.

A polícia ainda não divulgou os nomes dos dois suspeitos que deverão ser presos ao longo desta quarta-feira e recambiados para o Maranhão. Eles também, diante da divulgação das fotos, podem ter fugido.

Não se sabe se o vazamento das fotos vai atrapalhar o trabalho da polícia.

Até o momento da publicação dessa informação, não houve nenhum comunicado oficial dos responsáveis pela investigação.

Morte foi planejada e teve mandante
As investigações do assassinato de Ivanildo Paiva, prefeito de Davinópolis, apontam que o crime foi planejado e com um mandante. De acordo com o delegado regional de Imperatriz, Eduardo Galvão, resta saber se o mandante estava ou não no local do crime.

Outra ação realizada pela polícia está sendo uma perícia no celular de Ivanildo. De acordo com o delegado Eduardo, até o momento as ações se concentram na análise de possíveis digitais no aparelho.

“A gente não pode divulgar muita coisa, mas algumas perícias estão verificando fragmentos de digitais. Isso pode ser levado a um banco de dados. A princípio, o aparelho estaria travado e estamos tentando ter acesso ao conteúdo dele”

A Polícia Civil divulgou o retrato falado de dois suspeitos do assassinato do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva. De acordo com a polícia, as características foram descritas por testemunhas que teriam visto os homens nas proximidades da fazenda do prefeito, momentos antes do crime.

A Polícia Civil informou que todos os dias novos fatos estão chegando, o que abrem novas linhas de investigação.

O crime

O prefeito de Davinopólis, Ivanildo Paiva (PRB), de 57 anos, foi encontrado morto na manhã do dia 11 de novembro. De acordo com o delegado Armando Pacheco, Superintendente da Polícia Civil do Interior, o corpo foi encontrado cerca de 2 km da sede da sua fazenda, na zona rural do município e o carro do prefeito foi encontrado abandonado na BR-010, ao lado da mata do 50 BIS, em Imperatriz.

Na última terça-feira (13), José Rubem Firmo (PCdoB) tomou posse no cargo de prefeito de Davinópolis, em solenidade na Câmara Municipal da cidade.

Carro de professor é roubado e deixado em garagem na casa de mãe do suspeito no bairro Filipinho, em São Luís


Policiais do 9° BPB recuperaram, por volta de 12h de terça-feria (20), o veículo Corola, de cor prata e placa NXA-8785, pertencente ao professor Álvaro Maio e que foi roubado na noite de segunda-feira (19), no bairro Angelim, em São Luís.

O carro estava na casa de Áurea Célia de Sá Costa, na Rua 02, no bairro Filipinho, em São Luís. Ela é mãe de Adelmarcos De Jesus De Sá Costa, que responde por vários crimes na capital. A suspeito é de que o veículo tenha sido utilizado em assaltos durante a noite e madrugada.

Os policiais chegaram ao local após receberem informações de que o veículo estaria na residência da mãe do assaltante. Num primeiro momento, ao abri o portão, ela mostrou grande nervosismo e disse que não abriria o portão da casa, pois dava pra conversar ali mesmo.

Ao ser indagada se na sua garagem estaria o veículo procurado, de pronto a mesma negou. Por um vão, os policiais tiraram uma fotografia da garagem e constataram, pela placa, que o veículo estava no local.

Ela disse que o veículo foi deixado a pedido de um vizinho de nome Weberth, que alegou que não tinha onde guardá-lo. No entanto, os policiais já tinham informação que o seu filho, Adelmarcos de Jesus de Sá Costa, tem uma extensa ficha criminal, com vários passagens por porte de arma de fogo e roubo.

A mãe do assaltante foi conduzida até o Plantão Itaqui-Bacanga para prestar depoimento. Ele não foi localizado pelos policiais.

terça-feira, 20 de novembro de 2018

Polícia identifica principal suspeito da morte de idosa de 106 anos em Feira Nova do Maranhão

Laudo da morte da dona Antônia Conceição também foi concluído e aponta que ela sofreu traumatismo encefálico.

O delegado Fagno Vieira, que comanda as investigações da morte de Antônia Conceição da Silva, de 106 anos, afirmou que já tem o nome do principal suspeito do assassinato, mas que precisa juntar provas antes de pedir a prisão dele.

Fagno Vieira é o delegado da cidade de Balsas, responsável pela região de Feira Nova do Maranhão, onde a idosa foi morta. Ele diz que o suspeito estaria em uma festa que acontecia perto da casa de Antônia e sabia que ela estava sozinha. Pegadas encontradas na parede da casa também apontariam a autoria do crime ao suspeito.

“Os peritos fotografaram esses rastros. De um dos suspeitos temos a apreensão de um calçado que ele utilizava no dia da festa. Ficou claro que ele utilizava um calçado compatível [com as pegadas]. Além disso, os peritos levaram as roupas que ele estava usando no dia da festa. Embora tenha sido apreendido só no dia seguinte, foram levados para vermos se encontra algum vestígio. Foram colhidas também algumas amostras de sangue, que a gente acredita que é da vítima, mas é uma tentativa”, disse o delegado.

O laudo sobre a causa da morte da idosa também foi concluído e diz que ela sofreu traumatismo encefálico. As investigações também confirmam que ela chegou a ser arrastada pelos cômodos da casa antes de morrer.

De domingo até segunda (19), a Polícia Civil ouviu o depoimento de 14 pessoas, entre parentes, vizinhos e possíveis suspeitos apontados pela comunidade em busca de informações que ajudem a esclarecer o crime. Até o momento, a principal linha de investigação aponta que Antônia foi morta porque teria reconhecido o assassino quando ele invadia a casa.

Antônia Conceição da Silva, de 106 anos, foi assassinada a pauladas dentro da sua casa na madrugada de sábado (17). Segundo a polícia, a idosa estava sozinha quando um homem entrou por um buraco feito no telhadoO criminoso agrediu a idosa até a morte, revirou a casa e levou R$ 30 da vítima.

O neto da vítima, que morava com ela, havia ido para uma festa e, quando retornou, encontrou a avó morta. Ainda segundo a polícia, ao ser encontrado, o corpo da idosa estava com sinais de estrangulamento e espancamento. Um bastão de madeira com marcas de sangue pode ter sido a arma do crime.

Com informações do G1 MA

Vereador acusado de homicídios em Minas Gerais é preso em Imperatriz


Marcos Felicíssimo Gonçalves é suspeito de ser um dos líderes de uma organização criminosa com atuação na região de Conselheiro Pena, em Minas

A Polícia Civil da cidade de Imperatriz efetuou nesta terça (20) a prisão preventiva de Marcos Felicíssimo Gonçalves, o “Marquinhos”, de 52 anos, que é vereador e presidente da Câmara na cidade de Conselheiro Pena, em Minas Gerais. Atualmente, ele está com o diploma de vereador cassado pela Justiça Eleitoral de Minas, mas recorreu ao TSE.

Marcos foi encaminhado para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz e deve ser recambiado para Minas nos próximos dias.

Segundo a polícia, Marcos é suspeito de ser um dos líderes de uma organização criminosa intitulada "Irmandade" com atuação na região de Conselheiro Pena.

As investigações realizadas em Minas Gerais apontam que a organização é responsável por cerca de 18 homicídios entre os anos de 2012 e 2018 no estado.

Com Mandetta, cai discurso de Bolsonaro de intolerância com corrupção


Ex-secretário da Saúde de Campo Grande (MS) entre 2006 e 2010, no governo de André Pucinelli (MDB), o futuro ministro responde a um inquérito aberto quando ele estava no cargo.
Ele é investigado por fraude em licitação, tráfico de influência e caixa dois na implementação de um sistema de prontuário eletrônico.

O deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), médico ortopedista, foi anunciado nesta terça-feira, 20, como o futuro ministro da Saúde do governo de Jair Bolsonaro (PSL). O nome foi anunciado pelo presidente eleito por meio do Twitter após reunião com representantes do setor.

De acordo com a proposta orçamentária do governo para 2019, Mandetta terá disponíveis 128,19 bilhões de reais, o segundo maior orçamento da administração federal, atrás apenas do Ministério do Desenvolvimento Social (745 bilhões de reais), que cuida da Previdência.

Ex-secretário da Saúde de Campo Grande (MS) entre 2006 e 2010, no governo de André Pucinelli (MDB), o futuro ministro responde a um inquérito aberto quando ele estava no cargo. Ele é investigado por fraude em licitação, tráfico de influência e caixa dois na implementação de um sistema de prontuário eletrônico.

Auditoria feita pela Controladoria-Geral da União (CGU) em 2014 apontou que, apesar de o pagamento pelo contrato estar praticamente finalizado, o sistema não havia sido instalado nas unidades de saúde. O parlamentar nega irregularidades.

O caso estava no Supremo Tribunal Federal (STF), mas foi remetido à Justiça Federal do estado depois da decisão da Corte que restringiu o foro privilegiado a parlamentares a crimes cometidos no exercício do mandato.

Pesou na indicação, entretanto o apoio de deputados da Frente Parlamentar da Saúde, representantes das associações das Santas Casas e outras entidades médicas que apoiam o nome do deputado do MS.

A indicação já era esperada. Na última semana, o coordenador da transição, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), disse que o parlamentar tinha a “preferência” do presidente eleito para comandar a pasta.

De acordo com o blog Radar, antes mesmo de ser confirmado no comando da Saúde, Mandetta começou a ser tratado pelos seus colegas de Congresso como integrante do primeiro escalão do governo.

Com a nomeação, o DEM ocupará o terceiro ministério no governo de Bolsonaro apesar de o partido ainda não ter decidido apoiar formalmente o governo. O partido tem a chefia da Casa Civil, com Onyx, e a Agricultura, com a deputada federal Tereza Cristina, também do Mato Grosso do Sul. A legenda trata as indicações como pessoais do presidente eleito ou dos setores interessados.

Com informações de Veja

Polícia prende envolvidos em desvios de combustíveis e desmonta depósito clandestino no Inhaúma, na zona rural de São Luís


Policiais da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) realizaram, na madrugada  desta terça-feira (20),  a prisão em flagrante de Mauricio Silva Filho e Benedito Silva de Oliveira,  no momento em que estavam subtraindo combustível do caminhão Skania, de  placa OXZ-8917, de Santa Helena/MA, pertencente a uma empresa transportadora.

No momento do flagrante, os presos estavam retirando do caminhão-tanque, a quantidade de aproximadamente 200 litros de gasolina, acondicionados em dois galões com capacidade para 100 litros de armazenamento.

No local, foram apreendidos quatro galões com capacidade menor de armazenamento, também contendo combustível, um recipiente vazio, cujo armazenamento equivale a 100 litros, além de mangueiras de sucção e demais objetos utilizados na ação criminosa.

Os policiais chegaram ao depósito clandestino de armazenamento e venda de combustíveis desviados a partir de denúncias anônimas.
O caminhão-tanque está em nome do Posto Santa Helena, localizado na cidade de Santa Helena, a 155 km de São Luís. Ao que parece, depois de abastecido no Terminal no Porto do Itaqui, o caminhão era levado para o Inhaúma, onde era feito o desvio de parte do combustível. Como já verificado em casos idênticos, a quantidade restante no caminhão-taque é completada com água. A polícia, no entanto, não deu detalhes de como o combustível era completado. 

Após a operação policial, os conduzidos foram encaminhados à sede da SEIC onde foram autuados em flagrante delito por prática de crime de furto qualificado e crime contra o meio ambiente. Em seguida, eles foram encaminhados ao  Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficarão à disposição do Poder Judiciário.


13 presos fogem de Unidade Prisional em São Luís e três são recapturados; cinco agentes e auxiliares são exonerados

13 internos abriram um buraco nesta terça-feira (20) na quadra de sol da Unidade Prisional e fugiram sem deixar pistas.
Cerca de 13 internos fugiram nesta terça-feira (20) da Unidade Prisional de Ressocialização no bairro Olho d’Água, em São Luís. Eles abriram um buraco na quadra de sol da Unidade Prisional e fugiram sem deixar pistas.

De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), o grupo escapou na madrugada desta terça. Três presos já foram recapturados pela Policia Militar, que segue nas buscas dos demais foragidos.

A Seap informou ainda que um inquérito já foi aberto para apurar o caso. A Secretaria encaminhou para investigação interna da Corregedoria do Sistema Penitenciário do Maranhão os nomes dos agentes que teriam facilitado a fuga e já solicitou a exoneração imediata deles.
Leia a íntegra da nota:

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informa que 13 internos da Unidade Prisional de Ressocialização do Olho d’Água (UPODA) fugiram, na madrugada desta terça-feira (20). Três presos já foram recapturados pela Policia Militar, que segue nas buscas dos demais foragidos. A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar as circunstâncias da fuga.

A Seap encaminhou para investigação interna da Corregedoria do Sistema Penitenciário do Maranhão, os nomes dos quatro Agentes Estaduais de Execução Penal (efetivos). Já para a exoneração imediata, enviou os nomes dos dois Agentes Penitenciários Temporários (contratados) e dos três Auxiliares de Segurança Penitenciária (temporários) que estavam de plantão.

Com informações do G1

Vereador de Araioses morre em acidente de trânsito em Parnaíba, no PI


A vítima, Elson Nascimento Coutinho (PSC), de 24 anos, era vereador da cidade de Araioses, a 70 km de Parnaíba. Carro derrubou poste da rede elétrica e deixou parte da cidade sem energia.

O vereador Elson Nascimento Coutinho, conhecido como “Elson filho do Dadá”, da cidade de Araioses, no Maranhão, morreu após perder o controle do carro que dirigia e colidir violentamente contra um poste na madrugada desta terça-feira (20) em Parnaíba, no litoral do Piauí. 

Elson Coutinho (PSC), de 26 anos, era presidente da Câmara de Vereadores de Araioses, a 70 km de Parnaíba. 

O acidente aconteceu por volta de 2h20 da madrugada, na Avenida Princesa Isabel, no bairro Guarita. O carro bateu contra uma mureta de proteção e um poste de iluminação, capotou e, desgovernado, só parou cerca de 50 metros depois do local do primeiro impacto. O poste foi derrubado e o vereador foi jogado para o banco traseiro do veículo, tendo morte imediata.

O carro em que Elson estava um Toyota/Corola de placas OUB-2659, de Parnaíba-PI, ficou completamente destruído.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi chamada para retirar o corpo do vereador que ficou preso às ferragens.

Um mototaxista disse à Polícia que Elson provavelmente participava de um racha com uma Caminhonete tipo Hilux “eu estava no posto de gasolina quando ele passou em alta velocidade tentando ultrapassar a caminhonete, quando minutos depois faltou energia”, disse a testemunha.

Após serem realizados os trabalhos técnicos a perícia liberou o corpo da vítima para ser levado para o Posto Avançado do IML no bairro Frei Higino, sendo posteriormente liberado aos familiares.

Por conta do acidente, vários bairros da região, inclusive parte do Centro de Parnaíba, ficaram sem energia elétrica. O serviço foi reestabelecido horas depois, e a Eletrobrás continua trabalhando para substituir o poste e fazer a manutenção da rede elétrica da região.


Marido esfaqueia, amarra a mulher após olhar mensagens no celular dela e foge em MT; ele já responde pela morte da cunhada


Vítima conseguiu se soltar e pediu socorro na frente da casa dela. Suspeito já respondia pelo aborto e morte da cunhada em MS, em 2011.
Uma mulher foi esfaqueada e amarrada pelo marido nesse domingo (18) na casa deles em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, Hugleice da Silva, de 35 anos, esfaqueou a mulher dele, Mayara Bianca Barbosa Rodrigues, de 29 anos, depois que olhou mensagens no celular dela.

O advogado dele disse que o cliente deve se apresentar à polícia nos próximos dias.

Mayara sobreviveu e foi encaminhada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital Regional de Rondonópolis. O marido dela é procurado, mas não foi encontrado até esta segunda-feira (19).

De acordo com a Polícia Civil, Hugleice não teria gostado das mensagens que encontrou no celular da mulher e passou a agredi-la. Mayara foi esfaqueada em várias partes do corpo. Depois, o marido ainda a amarrou e cortou o pescoço dela.

Hugleice deixou ela em casa, fugiu em um carro, modelo Pálio, e não foi mais encontrado.

Ainda conforme a Polícia Civil, Mayara conseguiu se soltar, foi até a entrada da residência e gritou por socorro. Ela foi socorrida pelo Samu e está internada em estado grave.

O marido, ao fugir, levou o celular da vítima. Familiares disseram que Hugleice ainda mandou mensagens os ameaçando.

O caso será investigado pela Delegacia da Mulher de Rondonópolis.

Acusado de prática de aborto e morte da cunhada em 2011
Hugleice da Silva é acusado de prática de aborto e ocultação de cadáver de sua cunhada, a estudante Marielly Barbosa Rodrigues, de 19 anos, em 2011 em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Ele respondia pelo crime em liberdade.

Segundo a família, Marielly desapareceu em Campo Grande no dia 21 de maio daqule ano. O corpo dela foi encontrado em um canavial na cidade de Sidrolândia, a 70 quilômetros da capital, no dia 11 de junho de 2011.

O cunhado de Marielly e um enfermeiro foram presos, suspeitos de envolvimento na morte da jovem. Inicialmente, Silva negou que tivesse qualquer relação com o caso, mas confessou que teve um relacionamento com a garota e que a levou para abortar em Sidrolândia.

Silva disse que pegou o telefone do enfermeiro com um caminhoneiro e marcou encontro na casa dele, em Sidrolândia. O cunhado de Marielly disse à polícia que Gomes contou que o procedimento deu errado e a jovem morreu.

Os dois teriam levado o corpo para o canavial. Silva nega que seja o pai da criança que a cunhada esperava.

Com informações do G1

Menino queimado em carvoaria responde a estímulos, mas continua sedado e precisa de doações de sangue em Goiânia


As doações de qualquer tipo sanguíneo devem ser feitas no setor de Coleta e Transfusão do Hugol.
Transferido para um hospital de Goiânia (GO) no último sábado (17), o menino João Miguel, que sofreu queimaduras de terceiro grau no interior do Maranhão, precisa de doação de sangue de qualquer tipo sanguíneo para repor o estoque do Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lages (Hugol), onde ele está sendo tratado e recebendo sangue também.

As doações devem ser feitas em nome dele, João Miguel Costa da Silva, de 5 anos, no setor de Coleta e Transfusão do hospital, de segunda a sexta-feira, em horário comercial, e nos sábados pela manhã.

O menino segue em estado grave mas está recebendo assistência do Núcleo de Proteção a Queimados de Goiânia, acompanhado pela mãe e por um amigo da família que viajaram com ele.

“Falei com João Miguel hoje e disse que ele iria vê a mãe, e ele colocou força pra levantar, mas agora está sedado novamente, a mãe está com ele na UTI nesse momento”, informou Gabriel Oliveira, amigo da família que, também, está no hospital.

Assim como tem recebido muitas doações pela mobilização de campanhas nas redes sociais para ajudar no tratamento, a família de João Miguel acredita que muitas pessoas devam conhecer e ter parentes em Goiânia, para ajudar nas doações de sangue.

Doações

A família de João Miguel divulgou, na sexta-feira (16), uma conta bancária em nome da mãe para que sejam feitas doações em dinheiro.

Os depósito podem ser feitos em nome de Idenilsa Costa da Silva (mãe)
CPF: 640.406.073-68
Banco do Brasil
Agência: 3642-0

Conta Corrente: 35.879-7

Com informações do imirante

Homem que matou mulher é condenado a 19 anos de prisão em Imperatriz


A juíza Edilza Barros Lopes, titular da 1ª Vara Criminal de Imperatriz, presidiu na última semana uma sessão do Tribunal do Júri que teve como réu Marcos da Silva Brito. Ele estava sendo acusado de prática de assassinato contra a vítima Antônia Cláudia Ferreira Dias. O crime foi, conforme entendimento do Conselho de Sentença, triplamente qualificado e Marcos Brito recebeu a pena de 19 anos e 4 meses de prisão, a ser cumprida inicialmente me regime fechado.

A denúncia relata que o crime aconteceu em 19 de fevereiro do no passado. A vítima estava desaparecida desde o dia anterior, sendo vista pela última vez na companhia de Marcos Brito. Na manhã do dia 19, os familiares de Antônia Cláudia estavam à sua procura, acionando a polícia para auxiliar nas buscas. Os policiais foram informados que, na noite anterior, a vítima foi vista no Bar da Sandra e depois no Bar do Açaí, que fica no Bairro Imigrantes, em Imperatriz. Nos dois lugares, ela estava acompanhada de um homem cujas características remeteram ao acusado.

Pouco tempo depois, foram informados que o indivíduo atendia pelo nome de Brito e que este planejava fugir da cidade. A polícia, então, passou a monitorar a residência do suspeito, quando, em certo momento, viram um homem saindo do local com uma mala. Constataram que era Marcos Brito.

Em depoimento, ele confessou ter matado Antônia, levando os policiais até o local aonde estava o corpo da vítima, já em testado de purificação. Brito disse à polícia que ele e Cláudia estavam bebendo juntos e que a mulher havia furtado seu celular, momento em que a estrangulou.

Durante o julgamento na 1ª Vara Criminal de Imperatriz, o conselho de sentença reconheceu três qualificadoras que implicaram no aumento da pena imposta ao réu: motivo fútil, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima, haja vista o laudo ter apontado que Cláudia foi asfixiada por três minutos, por trás. O réu não terá o direito de recorrer em liberdade. Ele estava preso preventivamente.

Traficante preso com drogas e armas tenta subornar delegado com R$ 6 mil apreendidos em Araioses


Nas primeiras horas de segunda-feira (19), a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia da Araioses, com o apoio operacional de PMs locais e de Água Doce, deflagrou a operação “Narcos” de combate ao tráfico de drogas, com cumprimento de mandado de busca e apreensão. 

O alvo foi a residência de Francélio Carlos da Silva Santos, conhecido como “Topete”, de 27 anos.

Ele já vinha sendo investigado meses pela prática do crime de tráfico. A deflagração da operação foi antecipada em virtude de informações de que na manhã de domingo (18), o mesmo teria receptado uma arma de fogo subtraída das dependências do Bradesco de Araioses, na quinta-feira (15), durante o plantão policial.

Além de Francélio Santos, foi presa também sua companheira Simone Vieira Alves da Silva, de 34 anos.

Na residência foram apreendidos:

. Uma Geladeira Eletrolux
. Uma TV Samsung preta, 50 polegadas
. Um smartphone Samsung J7 prime, branco e rosa
. Um smartphone Motorola, Moto G, azul
. Um smartphone Sony Xperia, preto
. Um smartphone Samsung J2 prime, rosa
. Um celular LG, preto
. Uma Motocicleta XTZ, placa NIW 3058, cor preta
. Aproximadamente 680 gramas de maconha prensada em dois tabletes grandes e também em pequenas porções.
. Aproximadamente 420 gramas de crack em três grandes pedras e outras de tamanho médio
. Aproximadamente 35 gramas de cocaína em três pedras de tamanho médio e uma pequena
. 193 gramas pedras de crack, embalados individualmente em sacos plásticos
. 96 pinos (embalagem para acondicionar cocaína)
. Uma de balança de precisão, marca XTRAD
. Uma munição calibre 32 (intacta)
. Três  Relógios, sendo 01 Tecnos cromado, 01 Lince dourado e 01 Champion dourado
. Um Revólver, calibre 38, Rossi, Furtado do Bradesco
. Um Revólver, calibre 32
. Três pacotes de sacos plásticos (apetrechos para embalagem de droga)
. Duas caixas de lâminas Wilkinson Sword (apetrechos para cortar de droga)
. R$ 6.022,00 em espécie

Simone foi autuada pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico. “Topete” vai responder pelos crime de tráfico e associação para o tráfico, posse irregular de arma de fogo, receptação e corrupção ativa. 

No momento, da prisão o traficante e receptador tentou subornar o delegado titular da Delegacia de Araioses ao propor-lhe que ficasse com o dinheiro apreendido na casa e não efetuasse as prisões.

As investigações acerca do furto ocorrido no Bradesco seguirão à cargo da delegacia especializada, com o apoio da Delegacia de Araioses.

Os presos serão transferidos para alguma das unidades prisionais do Estado, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Motorista morre carbonizado após capotamento e incêndio de carro em Chapadinha


Um motorista morreu queimado depois que o carro que ele dirigia pegou fogo durante um acidente ocorrido no fim da noite de domingo (18) na MA-230, em Chapadinha, a 245 km de São Luís.

Ele foi identificado com Donilton Rodrigues de Souza, de 40 anos, natural da cidade de Anapurus. O acidente ocorreu nas proximidades do Hospital Macrorregional de Chapadinha.

De acordo com informações, Donilton perdeu o controle do veículo Siena  ao passar em alta velocidade em um quebra-molas que está sendo construído na rodovia estadual.

Após a saída de pista, o veículo chocou-se contra uma árvore e pegou fogo imediatamente. A falta de sinalização no local da construção do quebra-molas pode ter contribuído para a ocorrência do acidente.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, mas quando chegou o fogo já havia consumido o veículo. O corpo da vítima só foi identificado na manhã desta segunda-feira (19), após a chegada de familiares.


Mulher é morta a facadas pelo ex-marido no Rio; acusado está foragido


Fernanda Siqueira, de 29 anos, chegou a ser levada para o Hospital Getúlio Vargas, mas não resistiu aos ferimentos
Uma mulher morreu após ser esfaqueada pelo ex-marido no início da noite deste domingo, em Vicente de Carvalho, na Zona Norte do Rio. Fernanda Siqueira, de 29 anos, estava na porta do prédio onde morava com Vanclecio Cordeiro, de 28 anos, para devolver a chave do imóvel quando o homem a esfaqueou na região do pescoço. A vítima foi levada por vizinhos para o Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha, Zona Norte, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois. O crime aconteceu na Rua Tarira.

— Foi na calçada, todo mundo viu. Ainda tentaram empurrá-lo, mas ele conseguiu golpear a Fernanda e foi embora logo em seguida, no carro dele — contou uma testemunha que pediu para não ser identificada.

De acordo com amigos e familiares de Fernanda, o ex-companheiro não aceitava o fim do relacionamento. Eles se casaram em março de 2015, após alguns anos de namoro, e estavam separados há cerca de três meses. Pessoas próximas contam que ele chegou a apresentar comportamentos agressivos, principalmente quando ingeria bebidas alcoólicas, mas que nunca havia agredido fisicamente Fernanda. No entanto, discussões tornaram-se comuns entre o casal nos últimos meses de relacionamento. Segundo testemunhas, Vanclecio tinha bebido neste domingo.
A cunhada de Fernanda, a faturista Myriane Pedreira, de 44 anos, afirma que Vanclecio era muito ciumento e que a separação aconteceu após uma das brigas do casal. Na ocasião, ele chegou a quebrar o vidro do banheiro com um carregador do celular. Neste domingo, Fernanda estava com a família na casa dos pais quando ele ligou pedindo que ela entregasse a ele as chaves do imóvel no qual moraram juntos, em Vicente de Carvalho.

— Nós passamos o domingo juntos, a ficha ainda não caiu. Após a separação, ele ficou fazendo ameaças de que ia queimar todas as coisas dela que ainda estavam na casa do casal, que ia quebrar tudo e deixá-la sem nada. Ele era muito ciumento com ela, mas nunca imaginamos que ele fosse fazer algo assim — conta a cunhada.

O pai de Fernanda, Walter Siqueira, esteve com outros dois filhos na Delegacia de Homicídios (DH) da Capital no início da madrugada desta segunda-feira, onde o caso está registrado. Ele chegou a passar mal no Getúlio Vargas e precisou ser medicado. Nas redes sociais, a família faz um apelo para encontrar o acusado, que teria fugido após o crime. Segundo relatos, na fuga Vanclecio bateu com o carro próximo à estação de BRT Marambaia e fugiu a pé. Policiais estiveram no local para perícia.

Nas redes sociais, amigos e parentes comentam a brutalidade do caso e lamentam a morte de Fernanda: "Nossa, nem dá para acreditar... uma menina boa, amiga e ótima amiga de trabalho", comentou uma internauta no perfil de Fernanda. "Não acredito! Ela era um amor de pessoa, super amiga, alto astral, estudiosa...", escreveu outra amiga da vítima.

Alguns amigos também comentam sobre a personalidade de Fernanda: "Isso acontece todo o tempo, e agora com uma menina — porque ela sempre teve jeitinho de menina — que eu conheci na época da escola", lembrou uma amiga. "Meu Deus, não posso acreditar. Ela era um ser maravilhoso!!!! Eu estou em choque!!", escreveu, abalada, outra pessoa.


Por Diego Amorim
O Globo

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...